Retrato de uma Senhora, Rogier van der Weyden

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Retrato de uma Senhora, Rogier van der Weyden
Retrato de uma Senhora, Rogier van der Weyden

Considerado um dos fundadores da grande pintura flamenga do século 15, juntamente com Robert Campin e Jan van Eyck, Rogier van der Weyden soube fundir nas suas figuras os valores emotivos e a precisão óptica do detalhe naturalista.

Este retrato, considerado por muitos críticos obra de ateliê, não oferece documentação nem para uma segura identificação da protagonista, nem para a sua data.

Deveria pertencer ao período em que Rogier van der Weyden regressou à sua pátria depois da estadia na Itália, sugestionado pelas experiências vividas em Ferrara e em Florença.

A geometria evidente da forma do rosto e das mãos deve relacionar-se com o conhecimento da arte italiana da primeira metade do século 15.

Neste retrato, o artista, embora permanecendo fiel à sutileza gráfica flamenga, mostra uma disciplina compositiva de simetrias geométricas (losango do véu e da veste, pura volumetria da cabeça).

A disposição diagonal acentua os valores de equilíbrio cromático entre a candua do rosto e do véu engomado e a obscuridade do fundo.

Traços tipicamente flamengos são, pelo contrário, a figura que emerge de um fundo escuro, o corte a três quartos do rosto e a luz fria e nítida que a ilumina.

Van der Weyden, o artista mais influente de meados do século 15, nasceu em Tournai, na Bélgica. Depois de um período de aprendizado, estabeleceu-se em Bruxelas e por volta de 1436 tornou-e pintor oficial da cidade. Logo alcançou ama internacional, recebendo encomendas de vários membros da corte Burgúndia, inclusive do duque Filipe, o Bom, conhecido colecionador de arte. A obra de Van der Weyden teve profundo efeito no desenvolvimento da arte em toda a Europa.

Retrato de uma Senhora, c.1460, óleo sobre madeira, 36 x 27,6, Rogier van der Weyden, National Gallery, Londres.

pincelAgora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Rogier van der Weyden, experimente fazer uma releitura dele ou crie um retrato de figura feminina,  usando o material colorido que você mais gostar.

quadroFotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Um comentário em “Retrato de uma Senhora, Rogier van der Weyden”.

Os comentários não representam a opinião do www.historiadasartes.com, a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. E eu querendo ser a moldura, ou a senhora. Sendo esta, somente, se me permitirem a honra. Ah! Como seria espetacular. Eu posso imaginar como deveria. Bela, bela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *