Maneirismo

História das Artes > Posts com a tag "Maneirismo" (Página 2)
O Batismo de Cristo, El Greco

O Batismo de Cristo, El Greco

O formato preferido pelo pintor para as grandes composições sacras é um retângulo alongado com uma altura que é mais que o dobro da base. Esta proporção facilita a verticalidade das figuras e coloca as cenas em dois níveis sobrepostos. Na parte de baixo, as figuras têm uma maior corporização terrena, enquanto na parte mais alta, reservada às aparições divinas e aos coros angelicais, a Continue Lendo

O Cavaleiro com a Mão no Peito, El Greco

O Cavaleiro com a Mão no Peito, El Greco

Neste retrato, a maestria do pintor consegue criar o modelo de nobre espanhol do século 16, que, com a sua pose, afirma ao mesmo tempo a sua fé e a sua nobreza, assim como a vontade de defender a ambas com a espada. Apesar do mau estado de conservação (o braço esquerdo está completamente borrado), é um dos melhores exemplos de retratística de El Greco, realizado em Continue Lendo

A Trindade, El Greco

A Trindade, El Greco

Realizada para a igreja do Mosteiro de São Domingos o Antigo, em Toledo, a tela constituía a parte superior do retábulo do altar-mor, uma das primeiras encomendas feita ao pintor à sua chegada à cidade. A obra, solene e monumental, faz ponte entre a experiência italiana do mestre e o início da sua estada na Espanha. Continue Lendo

Cristo Expulsando os Mercadores do Templo, El Greco

Cristo Expulsando os Mercadores do Templo, El Greco

Existem inúmeras versões deste tema, quadro das quais registradas no inventário dos bens de El Greco. O episódio evangélico é tratado como a antecipação do Juízo Universal: Cristo, com gesto decidido, separa os condenados, à esquerda, dos eleitos, à direita. Continue Lendo

A Origem da Via Láctea, Tintoretto

A Origem da Via Láctea, Tintoretto

Depois da morte de Ticiano, ocorrida em 1576, Tintoretto e Veronese obtiveram prestigiadas e lucrativas encomendas das Cortes principescas europeias. Esta tela fazia parte de uma série de quatro obras de tema mitológico enviada para Praga pelo imperador Rodolfo II. Continue Lendo

José e a Mulher de Putifar, Tintoreto

José e a Mulher de Putifar, Tintoreto

Nos quadros de Tintoretto, a estrutura teatral acentua a tensão dramática da ação, graças também à exasperação dos esboços em perspectiva e aos gestos dos protagonistas. Juntamente com outras cinco cenas bíblicas, todas de formato horizontal e conservadas no Museu do Prado (Judith e Holofernes, Susana e os Velhos, Ester diante de Assuero, Rainha de Sabá diante de Salomão, Continue Lendo

O Enterro do Conde de Orgaz, El Greco

O Enterro do Conde de Orgaz, El Greco

El Greco é um artista enigmático, sobre quem sabemos muito pouco. Esta curiosa obra-prima é um enorme quadro, pintado em 1586 para celebrar o enterro do conde de Orgaz, que havia morrido 250 anos antes. Conta-se que quando o conde foi para seu repouso eterno, ocorreu um milagre: dois santos desceram do céu e colocaram seu corpo no túmulo. Continue Lendo