Mês: fevereiro 2016

Grandes Mestres: Leonardo, Michelangelo e Rafael

Grandes Mestres: Leonardo, Michelangelo e Rafael

Exposição interativa que propicia um mergulho artístico no período Renascentista em 3 de seus principais autores. A mostra foi concebida por Alessandro Vezzosi (especialista em Leonardo da Vinci) e Francesco Buranelli (especialista em Michelangelo) e produzida por Mats Rönngard, de Malmo. Continue Lendo

Mondrian e o Movimento de Stijl

Mondrian e o Movimento de Stijl

Panorama que apresenta cerca de 60 obras entre pinturas, desenhos de arquitetura, mobiliário e fotografias de artistas do movimento da vanguarda moderna holandesa conhecido como De Stijl (“O Estilo” em tradução literal), fundado em 1917 e que tem como ícone o pintor Piet Mondrian. Esses artistas elaboravam um tipo de “arte total”, usando cores primárias para criar obras sem restrições, claras e limpas, como eles imaginavam o futuro. A exposição mostra também o percurso de Mondrian, da figuração à abstração. Curadoria: Pieter Tjabbes, Benno Tempel e Hans Janssen. Continue Lendo

Paisagem nas Américas: Pinturas da Terra do Fogo ao Ártico

Paisagem nas Américas: Pinturas da Terra do Fogo ao Ártico

Quando o francês Félix-Émile Taunay pintou Baía de Guanabara Vista da Ilha das Cobras, em 1828, ele queria mostrar para a França que o Brasil era, então, “uma jovem nação independente com um porto movimentado”, descreve a curadora Valéria Piccoli – e sem dizer da paisagem criada na composição, repleta de bananeiras, palmeiras e o Pão de Açúcar ao fundo. Já a brasileira Tarsila do Amaral tinha outras motivações quando criou, na década de 1920, pinturas sobre o mesmo Rio de Janeiro. Como afirma a historiadora da arte Regina Teixeira de Barros, a modernista incluiu a “população negra e marginalizada” nos cenários a fim de falar de (uma genuína) “brasilidade”. Continue Lendo

Masp retoma os cavaletes originais

Masp retoma os cavaletes originais

A ousadia da arquiteta Lina Bo Bardi na criação do Masp, em 1968, não escreve apenas no projeto do edifício que parece flutuar em plena avenida Paulista e cria um vão livre propício à convivência, mas também na forma como ela pensou o espaço ao abolir a caixa branca e colocar as obras suspensas em painéis transparentes.

Continue Lendo

Catedral de São Patrício, New York

Catedral de São Patrício, New York

A Catedral de São Patrício (Saint Patrick’s Cathedral) foi o sonho dourado de John Hughes, o primeiro arcebispo de New York. James Renwick, notável arquiteto de meados do século 19, cristalizou esse sonho em planos para uma grande catedral gótica. Continue Lendo

Luiz Sacilotto

Luiz Sacilotto

Nasceu em Santo André, no ABC Paulista, em 1924, filho de imigrantes italianos. Formou-se no Instituto Profissional Masculino, no Brás, onde estudou técnicas diversas relacionadas às artes e ofícios, como desenho e pintura.

Seu primeiro emprego, aos 17 anos, foi como desenhista de letras de alta precisão. Durante muito tempo atuou como desenhista técnico, trabalhou em escritórios de arquitetura e projetou esquadrias de alumínio para produção em série. Continue Lendo