Prazer em conhecer

História das Artes > Arquivo "Prazer em conhecer"
Leonilson

Leonilson

José Leonilson Bezerra Dias  nasceu no ano de  1957 em Fortaleza, Ceará.

Refinada escrita poética, cores e traços delicados, bordados frágeis, objetos do próprio cotidiano e elementos gráficos fazem da obra do artista plástico Leonilson uma extensa produção autobiográfica, que expõe os dramas e as angustias do homem contemporâneo. Continue Lendo

Helio Oiticica

Helio Oiticica

 

Nasceu em 26 de julho de 1937 no Rio de Janeiro, filho de José Oiticica Filho (1906-1964), um dos importantes fotógrafos brasileiros, que também era engenheiro, professor de matemática e entomólogo e de Ângela Santos Oiticica (1903-1972).

Teve mais dois irmãos.

Hélio Oiticica era neto de José Oiticica, anarquista, professor e filólogo brasileiro, autor do livro “O anarquismo ao alcance de todos” (1945).

Até os dez anos, Hélio Oiticica não frequentou escolas, mas foi educado pelos pais.

Em 1947, transferiu-se com a família para Washington (EUA), quando seu pai recebeu uma bolsa da Fundação Guggenheim

Artista performático, pintor e escultor.

Inicia, com o irmão César Oiticica, estudos de pintura e desenho com Ivan Serpa no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ), em 1954.

Nesse ano, escreve seu primeiro texto sobre artes plásticas; a partir daí o registro escrito de reflexões sobre arte e sua produção torna-se um hábito.

Participa do Grupo Frente em 1955 e 1956 e, em 1959, passa a integrar o Grupo Neoconcreto.

Abandona os trabalhos bidimensionais e cria relevos espaciais, bólides, capas, estandartes, tendas e penetráveis.

Em 1964, começa a fazer as chamadas Manifestações Ambientais.

Na abertura da mostra Opinião 65, no MAM/RJ, protesta quando seus amigos integrantes da escola de samba Mangueira são impedidos de entrar, e é expulso do museu.

Realiza, então, uma manifestação coletiva em frente ao museu, na qual os Parangolés são vestidos pelos amigos sambistas.

Participa das mostras Opinião 66 e Nova Objetividade Brasileira, apresentando, nesta última, a manifestação ambiental Tropicália.

Em 1968, realiza no Aterro do Flamengo a manifestação coletiva Apocalipopótese, da qual fazem parte seus Parangolés e os Ovos, de Lygia Pape.

Em 1969, realiza na Whitechapel Gallery, em Londres, o que chama de Whitechapel Experience, apresentando o projeto Éden.

Vive em Nova York na maior parte da década de 1970, período no qual é bolsista da Fundação Guggenheim e participa da mostra Information, no Museum of Modern Art – MoMA.

Retorna ao Brasil em 1978.

Faleceu em 22 de março de 1980 no Rio de Janeiro

Após seu falecimento, é criado, em 1981, no Rio de Janeiro o Projeto Hélio Oiticica, destinado a preservar, analisar e divulgar sua obra, dirigido por Lygia Pape, Luciano Figueiredo e Waly Salomão.

Entre 1992 e 1997, o Projeto HO realiza grande mostra retrospectiva, que é apresentada nas cidades de Roterdã, Paris, Barcelona, Lisboa, Mineápolis e Rio de Janeiro.

Em 1996, a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro funda o Centro de Artes Hélio Oiticica, para abrigar todo o acervo do artista e colocá-lo à disposição do público.

Em 2009 um incêndio na residência de César Oiticica, destrói parte do acervo de Hélio Oiticica.

Hélio Oiticica buscou a superação da noção de objeto de arte como tradicionalmente definido pelas artes plásticas até então, em diálogo com a Teoria do não-objeto de Ferreira Gullar.

O espectador também foi redefinido pelo artista carioca, que alçou o indivíduo à posição de participador, aberto a um novo comportamento que o conduzisse ao “exercício experimental da liberdade”.

 

Victor Meirelles

Victor Meirelles

 

Victor Meirelles de Lima nasceu em Florianópolis no dia 18 de agosto de 1832.

Pobre e filho de imigrantes portugueses, revelou sua vocação pela pintura desde cedo.

Ficou famoso como um dos mais importantes representantes das artes plásticas no Brasil do século XIX. Continue Lendo

Man Ray

Man Ray

Emanuel Rudzirsky conhecido pelo seu pseudônimo Man Ray nasceu em 27 de agosto de 1890 na Filadélfia. Foi pintor e fotógrafo e um dos nomes mais importantes do movimento da década de 1920, responsável por inovações artísticas na fotografia, agredindo através da sua arte a sociedade. Continue Lendo

Wesley Duke Lee

Wesley Duke Lee

Wesley Duke Lee  foi um artista plástico brasileiro.

Polêmico e irreverente, sua obra significou a virada da arte moderna para a arte contemporânea no Brasil. Continue Lendo

Antonio Parreiras

Antonio Parreiras

Foi um importante pintor brasileiro que atuou no período imperial e nas décadas iniciais da República.

Foi um pintor, desenhista, ilustrador, escritor e professor brasileiro. Continue Lendo

Georg Grimm

Georg Grimm

 

Nasceu em Immenstadt im Allgäu (Alemanha), no dia 22 de abril de 1846 e faleceu em Palermo, no dia 24 de dezembro de 1887  foi um pintor, professor, desenhista e decorador alemão que viveu e trabalhou alguns anos no Brasil. Continue Lendo

Milton Dacosta

Milton Dacosta

Milton Rodrigues da Costa nasceu em Niterói RJ 1915 e faleceu no Rio de Janeiro RJ em 1988.

Pintor, desenhista, gravador, ilustrador.

Inicia estudos de desenho e pintura em 1929 com o professor alemão August Hantv. Continue Lendo