Ateliê

História das Artes > Posts com a tag "Ateliê"
História da Arte para Crianças – Arte Indígena  3

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 3

Arte Brasileira Arte Indígena – Cerâmica

Na modelagem de cerâmicas, os índios se mostram muito habilidosos.

Eles fazem do barro: cuias, chocalhos, vasos zoomórficos – aqueles que nas extremidades aparecem a cauda e a cabeça de um animal e etc Continue Lendo

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 2

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 2

Arte Brasileira

Arte Indígena – Trançados

É trançando que o índio constrói a sua casa e uma grande variedade de utensílios, como cestos para uso doméstico, para transporte de alimentos e objetos, trançados para ajudar no preparo de alimentos (peneiras), armadilhas para caça e pesca, abanos para aliviar o calor e avivar o fogo, objetos de adorno pessoal (cocares, tangas, pulseiras), redes para pescar e dormir, instrumentos musicais para uso em rituais religiosos. Continue Lendo

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 1

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 1

Arte Brasileira – Arte Indígena – Arte Corporal e Plumária

Muitas tribos aqui viviam, estima-se que mais de 5 milhões de índios aqui habitavam quando os portugueses chegaram. A Arte sempre fez parte do dia a dia dos índios, quer na arquitetura das suas aldeias, na pintura corporal, nos seus adereços e utensílios. Continue Lendo

História da Arte para Crianças – Pré História

História da Arte para Crianças – Pré História

Muitos mas muitos anos atrás viviam, em algumas regiões desse lugar que hoje chamamos de Brasil, seres humanos que vieram de muitos lugares longe daqui, eles eram nômades, isto quer dizer, não ficavam muito tempo no mesmo lugar e foram se instalando nesses lugares temporariamente e depois seguiam para outros. Pré História Brasileira. Continue Lendo

Desenhando o desconhecido?

Desenhando o desconhecido?

Como é o desconhecido?

Pense em algo que você não sabe como funciona ou como foi criado, por exemplo: um computador, um vulcão.

Agora imagine livremente como poderia ser o funcionamento de um objeto que não existe, que você acabou de criar e como foi seu processo de descoberta. Continue Lendo