José Roberto Leonel Barreto

História das Artes > Prazer em conhecer > José Roberto Leonel Barreto
José Roberto Leonel Barreto

Leonel Barreto, pseudônimo artístico de José Roberto Leonel Barreto, nasceu em Capão Bonito, SP, em 1942.

Desenhista, gravador, pintor, professor e teórico em arte, passou a infância em Itapetininga e mudou-se, na adolescência, para a capital.

Estudou pintura com o artista colombiano Rodrigo Barrientos, em 1963.

Em 1967, artesanato em couro com Lincoln Lacroix.

Entre 1968 e 1974, viaja pela Europa.

Em Madri, torna-se assistente de Julio Espinoso, praticando pinturas murais, e, em Barcelona, impressiona-se com a obra de Antoni Gaudí (1852-1926) e Antoni Tàpies (1923-2012).

De 1975 a 1983, reside nos Estados Unidos, forma-se em belas artes pela The School of Visual Arts de Nova York e leciona desenho na Igreja Ecumênica Riverside Church.

De volta ao país, fixa residência em São Paulo e atua como professor e teórico em arte em várias instituições.

Participou das seguintes exposições coletivas no exterior: 4ª e 5ª Bienal Internacional de Desenho, Middlesbrough, Inglaterra (1979 e 1981); Ball State University, Indiana, EUA; 5ª Bienal de Puerto Rico, EUA; 11ª Internacional de Gravuras de Kanagawa, Japão; Museu de Belas Artes de Taipei, Taiwan; Museu Afro-Americano da Califórnia, Los Angeles, EUA; Museu de Arte do Bronx, Nova York, EUA; Museu de Santa Bárbara de Arte, Califórnia, EUA; Câmara Municipal do Barreiro, Portugal; Universidade Middlesex, Londres, Inglaterra e no Espaço Cultural dos Correios em Lausanne, Suiça.

Realizou exposições individuais no exterior: Galeria Centro Nacional de Artes, Nova York, EUA (1978); Galeria Casa “Canning”, Londres, Inglaterra (1979); Galeria Cayman, Nova York, EUA (1980 e 1982).

Em 2012, realiza a performance José Barreto: non-idiomatic talking, na Mobile Radio, uma estação de rádio integrada a programação da 30º Bienal de São Paulo.

Possui obras em importantes acervos oficiais e particulares, tais como: Museu de Arte Moderna de São Paulo; Museu de Arte Contemporânea de Ibiza, Baleares, Espanha; Museu de Arte Moderna de Caracas, Venezuela; Museu Hispânico de Arte Contemporânea de Nova York, EUA; Museu Afro-Americano da California, Los Angeles, EUA; e Pinacoteca do Estado de São Paulo e Acervo Artístico do Palácio 9 de Julho.

Faleceu dia 11 de setembro de 2018 em São Paulo.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *