Palazzo Barberini

Palazzo Barberini

Palazzo Barberini, o protótipo de palácio barroco, é o resultado do trabalho dos arquitetos mais importantes do século 17: Carlo Maderno, Gian Lorenzo Bernini e Francesco Borromini.

Maffeo Barberini foi eleito papa em 1623 com o nome de Urbano VIII e, dois anos depois, comprou uma casa de campo na colina Quirinal, antiga família Sforza, para seus netos, investiu com honras e encomendou Carlo Maderno, o novo palácio da família.

Em vez de demolir a vila, o arquiteto a incorpora a um novo projeto arquitetônico: a ala Sforza, ou parte do edifício que dá para a atual Piazza Barberini, é conectada a outra ala, paralela a ela, através de um braço central. O novo plano de construção tem um formato “H” foi muito inovador. Maderno cria uma estrutura com asas abertas que emoldura um vasto jardim, com plantas raras, pátios secretos e jardins em estilo italiano.

Hoje, o edifício é acessado da Via delle Quattro Fontane através da fachada em pórtico, sobre a qual se ergue uma falsa fachada envidraçada, provavelmente projetada por Gian Lorenzo Bernini,  que sucede Carlo Maderno no canteiro de obras em 1629.

O coração pulsante do edifício é o majestoso salão de recepção com afrescos de Pietro da Cortona. Esse ambiente monumental é acessado por uma escada em forma quadrada, projetada por Bernini, por um lado, e pela extraordinária escada helicoidal em forma oval, provavelmente projetada por Francesco Borromini.

A partir de 1620 inúmeros trabalhadores trabalharam na decoração de interiores ininterruptamente até meados do século 18, quando o último herdeiro direto, Cornelia Costanza, tinha um apartamento de estilo rococó construído no último andar. Os descendentes da família Barberini viveram no apartamento do século 18 até 1955.

Além da sua belíssima arquitetura, suas galerias apresentam obras de arte de diversos artistas como: Caravaggio,  Rafael Sanzio, Andrea Sacchi, Han Holbein, Lorenzo Lotto, Antoon Van Dyck e El Greco.

Palazzo Barberini. Via delle Quattro Fontane, 13 – Roma -Itália. Aberto de terça a domingo, das 8h30 às 19h.

Fique atento! O horário pode sofrer modificação. Consulte o site oficial da instituição.

COMO CITAR?

Para citar o História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Palazzo Barberini. História das Artes, 2020. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/palazzo-barberini/>. Acesso em 04 Aug 2020.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: