Autor: Simone Martins

História das Artes > Artigos postados por Simone Martins
A Adoração dos Pastores, El Greco

A Adoração dos Pastores, El Greco

El Greco pinta esta tela nos últimos anos de sua vida. Ela tinha como destino ser instalada na sua capela sepulcral, pertencente à igreja de São Domingos, o Antigo. O pintor cretense realizara um monumental retábulo para esta paróquia, quando se instalou em Toledo por volta de 1577. Continue Lendo

Dama no Casaco de Peles, El Greco

Dama no Casaco de Peles, El Greco

Contra um fundo escuro, uma jovem aprecia o espectador, vestida com um manto de pele cobrindo o resto do vestido. Um fino véu transparente cobre a cabeça dela, e ligeiramente pode-se ver um colar que ela está usando por baixo. O manto cai na escuridão por trás de seu forro de pele, que pode ser arminho. Continue Lendo

Um Menino Assoprando uma Brasa, El Greco

Um Menino Assoprando uma Brasa, El Greco

A obra corresponde à época na qual El Greco se instalara em Roma. Ele conseguiu introduzir-se dentro dos seletos ambientes intelectuais romanos, graças à proteção do humanista Giulio Clovio, que lhe apresenta ao círculo dos Farnese. Continue Lendo

A Condessa de Chinchón, Francisco de Goya

A Condessa de Chinchón, Francisco de Goya

Os retratos de Goya formam, no seu conjunto, um dos capítulos mais intensos deste gênero pictórico. Nos retratos em pé ou sentados, de corpo inteiro ou meio-corpo, sobre fundo neutro, sempre se refere à tradição dos mestres estudados, em particular a Ticiano e  a Velázquez, e acentua, progressivamente, a inquietação da personagem, que aparece deslocada e isolada. Continue Lendo

Salão de Dança em Arles, Van Gogh

Salão de Dança em Arles, Van Gogh

As contornos pretos dão peso à composição para o ambiente apertado. A pintura é quase sufocante, não há respiro para os nossos olhos, pois a multidão toma grande parte do quadro. Continue Lendo

Arlésiennes, Paul Gauguin

Essa é uma das dezessete telas que Paul Gauguin completou durante uma breve e tumultuada visita a Van Gogh em Arles. É uma poderosa e enigmática retrata o jardim público em frente à residência de Van Gogh, a chamada Casa Amarela. Continue Lendo

São Jorge, Kandinsky

São Jorge, Kandinsky

Desde os tempos do czar Yaroslav – o Sábio, o povo russo venera São Jorge. Ele é o santo padroeiro dos príncipes, e sua imagem aparece no brasão e na moeda de Moscou. Ele representa um guerreiro valente, defensor das terras russas, protetor do camponeses. Continue Lendo

Angelus Novus, Paul Klee

Em seus mundos imagéticos, representados em múltiplas camadas, Paul Klee combinava diversas esferas de realidade e abstração. Dessa maneira, ele ampliava o seu imaginário, abrigando também os mais diferentes tipos de criaturas. Desde 1920, o tem anjo – com figuras celestes aladas, de formas antropomórficas – apareceu repetidas vezes em sua obra. O anjo mais famoso é Angelus Novus, de 1920, adquirido pelo filósofo Walter Benjamin, que o descreveu como o ” anjo da história”, que olha assustado para a catástrofe do passado. Continue Lendo

Residenzschloss: Palácio Real de Dresden

Residenzschloss: Palácio Real de Dresden

O Palácio Real de Dresden é um edifício renascentista no centro da cidade de Dresden. Foi a residência dos eleitorado saxônico (1547-1806) e dos reis (1806-1918). Esse palácio foi transformado em museu, um dos primeiros do mundo, para abrigar as coleções de Augusto, o Forte. Continue Lendo