Masp

História das Artes > Posts com a tag "Masp"
Vazios, Intervalos e Juntas | MASP | Casa de Vidro
   

Vazios, Intervalos e Juntas | MASP | Casa de Vidro

Uma artista e duas exposições em São Paulo. Definidas pela própria artista como “esculturas criadas no espaço”, os trabalhos de Leonor Antunes (Lisboa, Portugal, 1973) estabelecem relações entre a escultura, a arquitetura, o design, a luz, e o corpo — do espectador que trafega pela galeria ou do ambiente que a artista ocupa. Continue Lendo

Gego: A Linha Emancipada | MASP | SP
   

Gego: A Linha Emancipada | MASP | SP

A exposição vai encerrar o ciclo das “histórias das mulheres, histórias feministas”, que foi a base do MASP em 2019. A artista Gego (Gertrud Goldschmidt, Hamburgo, Alemanha, 1912–Caracas, Venezuela, 1994) estudou arquitetura e engenharia em Stuttgart; enfrentando o crescente antissemitismo no seu país de origem, ela migrou para a Venezuela em 1939, onde trabalhou como arquiteta. Continue Lendo

Histórias das Mulheres Artistas Antes de 1900 | MASP | SP
   

Histórias das Mulheres Artistas Antes de 1900 | MASP | SP

A exposição apresenta quase cem trabalhos, que datam do século 1 ao 19.

Como o título indica, não se trata de uma única história, mas de muitas, narradas por meio de obras feitas por mulheres que viveram no norte da África, nas Américas (antes e depois da colonização), na Ásia, na Europa, na Índia e no território do antigo Império Otomano. Continue Lendo

Tarsila Popular | MASP | SP
   

Tarsila Popular | MASP | SP

Tarsila do Amaral (Capivari, SP, 1886-São Paulo, 1973) é uma das maiores artistas brasileiras do século 20 e figura central do modernismo.

Esta é a mais ampla exposição já dedicada à artista, reunindo 92 obras a partir de novas perspectivas, leituras e contextualizações. Continue Lendo

Djanira: a Memória de seu povo | MASP | SP
   

Djanira: a Memória de seu povo | MASP | SP

Essa exposição faz parte da pauta que guia as mostras do ano no museu, “História das mulheres, histórias feministas”.

Esta é a primeira grande exposição monográfica dedicada à obra de Djanira da Motta e Silva (Avaré, São Paulo, 1941– Rio de Janeiro, 1979) desde seu falecimento há quarenta anos. Continue Lendo

Vizinhança | Lucia Laguna | MASP | SP
   

Vizinhança | Lucia Laguna | MASP | SP

A paisagem é o ponto de partida para as pinturas de Lucia Laguna (1941) que vive no Rio de Janeiro.

Dos arredores de seu ateliê, no bairro de São Francisco Xavier, subúrbio do Rio de Janeiro, a artista extrai o vocabulário de formas, de cores e de imagens que vão compor suas pinturas. Continue Lendo

Nostalgias Africanas | Pedro Figari | Masp | SP
   

Nostalgias Africanas | Pedro Figari | Masp | SP

Esta exposição apresenta uma seleção de 63 obras que retratam as populações afro­‑uruguaias como foram imaginadas pelo advogado, político e artista Pedro Figari (1861­‑1938).

O título se refere também a uma de suas pinturas. Continue Lendo

Histórias Afro-Atlânticas | Masp e Instituto Tomie Ohtake | SP
   

Histórias Afro-Atlânticas | Masp e Instituto Tomie Ohtake | SP

Consideradas duas das principais instituições culturais da cidade, o Masp – Museu de Arte de São Paulo e o Instituto Tomie Ohtake uniram-se para realizar a megaexposição “Histórias Afro-Atlânticas”, que exibe mais de 400 obras, de 210 artistas nacionais e internacionais, sobre os “fluxos e refluxos” da escravidão dos povos atlânticos – termo derivado do fotógrafo Pierre Verger. Continue Lendo

Acervo em Transformação: Tate no Masp – SP
   

Acervo em Transformação: Tate no Masp – SP

“Acervo em transformação” é uma exposição de longa duração com uma pequena seleção de obras da coleção do MASP.

O conjunto tem foco na arte figurativa, o que reflete a história do acervo e os interesses das primeiras aquisições do museu, por seu diretor-fundador Pietro Maria Bardi (1900-1999). Continue Lendo

A Ancestralidade dos Símbolos
   

A Ancestralidade dos Símbolos

O MASP inaugurou a terceira exposição de 2018, ano dedicado às histórias afro-atlânticas.Essa exposição apresenta 70 obras de Emanoel Araujo (Santo Amaro da Purificação, BA, 1940), um dos nomes mais expressivos do cenário artístico brasileiro, responsável por promover a arte e a cultura negras no país. Continue Lendo