Mês: julho 2018

Château d’Auvers

Château d’Auvers

Apesar de Auvers-sur-Oise ter ficado tão conhecida precisamente por ser o lugar onde Vincent van Gogh se estabeleceu até sua morte, em 29 de julho de 1890, o mestre morou apenas 70 dias na cidadezinha. Mesmo assim, o tempo em que viveu na pitoresca Auver-sur-Oise foi talvez o mais produtivo do atormentado artista. Nesse curto período de tempo, ele pintou mais de 70 telas. Continue Lendo

Viver o Impressionismo em Paris e arredores

Viver o Impressionismo em Paris e arredores

Da pintura mais bonita às paisagens que os inspiraram, siga os passos dos impressionistas em Paris e arredores. Monet, Renoir, Van Gogh, Degas, Caillebotte … as pinturas desses artistas que tomaram o trem para explorar a região de Paris estão reunidas em uma antiga estação ferroviária, transformada em um dos fabulosos museus impressionistas do mundo. Continue Lendo

As Costureiras, Fernando Botero

As Costureiras, Fernando Botero

Essa obra inconfundível do estilo de Fernando Botero, artista plástico colombiano de estilo figurativo, chamado por alguns chamados de “Boterismo”, o que lhes dá uma identidade inconfundível.

Consagrou-se mundialmente com seus personagens volumosos, tanto em suas pinturas como em suas esculturas. Continue Lendo

Museu dos Pintores de Barbizon

Museu dos Pintores de Barbizon

Barbizon é um lugar mítico que antecede o Impressionismo na França. Vale a pena visitar a escola de pintores onde os artistas se hospedavam e de lá saiam para pintar ao ar livre nos bosques de Fontainebleau. Não é a toa que na metade do século 19 Barbizon ganhou o apelido de “Aldeia de Pintores”. Continue Lendo

Laura Lima: Alfaiataria | Pinacoteca | SP

Laura Lima: Alfaiataria | Pinacoteca | SP

A  exposição Laura Lima: Alfaiataria, que ocupa o Octógono, no primeiro andar da Pina Luz. Laura Lima (1971, Governador Valadares) cria um diálogo inovador com a prática do museu ao apresentar uma oficina de alfaiataria em funcionamento, com profissionais, tecidos, aviamentos e todo o maquinário de uma confecção. Continue Lendo

Histórias Afro-Atlânticas | Masp e Instituto Tomie Ohtake | SP

Histórias Afro-Atlânticas | Masp e Instituto Tomie Ohtake | SP

Consideradas duas das principais instituições culturais da cidade, o Masp – Museu de Arte de São Paulo e o Instituto Tomie Ohtake uniram-se para realizar a megaexposição “Histórias Afro-Atlânticas”, que exibe mais de 400 obras, de 210 artistas nacionais e internacionais, sobre os “fluxos e refluxos” da escravidão dos povos atlânticos – termo derivado do fotógrafo Pierre Verger. Continue Lendo