Arte Rupestre em Altamira, Espanha

História das Artes > Sala dos Professores > Arte Rupestre em Altamira, Espanha
Arte Rupestre em Altamira, Espanha

Em 1879, Marcelino Sanz de Sautuola descobria por acaso, enquanto procurava peças pré-históricas em companhia de sua filha Maria (que contava naquela época com sete ou oito anos e foi a autora do descobrimento) a surpreendente teoria de animais que recobre o teto da gruta de Altamira, no município de Santillana del Mar, na Espanha.

A gruta de Altamira corresponde ao privilégio de ser o primeiro lugar do mundo em que se identificou a existência da arte rupestre do período Paleolítico Superior. Lá podemos ver pinturas maravilhosas de bisões, cavalos, veados, mãos e misteriosos símbolos que foram pintados ou gravados durante os milênios que a gruta de Altamira foi habitada, entre 35.000 e 13.000 anos antes dos dias de hoje.

O Museu de Altamira possui exposição permanente, cursos, visitação escolares e programação cultural que adiciona valor à experiência da visita.

É um museu moderno e funcional, seu edifício está integrado à paisagem de bosques e prados que permite desfrutar da paisagem atual e refletir sobre o passado.

Veja aqui a evolução das descobertas e conservação as pinturas da gruta de Altamira.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *