Catedral de São Patrício, New York

História das Artes > Sala dos Professores > Catedral de São Patrício, New York
Catedral de São Patrício, New York

A Catedral de São Patrício (Saint Patrick’s Cathedral) foi o sonho dourado de John Hughes, o primeiro arcebispo de New York. James Renwick, notável arquiteto de meados do século 19, cristalizou esse sonho em planos para uma grande catedral gótica.

Três anos depois de começar a construção, a tragédia da guerra civil assolou o País. Passariam catorze anos depois do final da Guerra, antes que o Cardeal John McCloskey pudesse abrir a Catedral, terminada e sob sua direção. Mas ainda não tinha a sua forma atual. Faltavam as torres, erguidas uns dez anos mais tarde, e a Capela da Virgem adicionada no início do século 20. Entretanto, sua construção foi fiel ao estilo gótico tradicional das igrejas europeias erguidas entre os séculos 8 e 15.

Mesmo que alguns possam recordar-se de outras catedrais, como Colonia e Reims, a Catedral de São Patrício sempre teve seu estilo próprio e original.

Fachada da catedral
Fachada da catedral

Algumas curiosidades dessa maravilha arquitetônica:

  • As torres medem 100,6 metros de altura.
  • O grande órgão tem 7.855 tubos.
  • Acomoda cerca de 2.400 pessoas sentadas.
  • O carrilhão tem 19 sinos.
  • A rosácea mede 8 metros de diâmetro.
  • O exterior da catedral mede aproximadamente 101,20 metros de comprimento por 53 de largura.
  • A pedra fundamental de São Patrício foi colocada pelo Arcebispo John Hughes em 15 de agosto de 1858.
  • Em 25 de março de 1879 o Cardeal McCloskey celebrou a abertura e a benção da catedral.
  • A primeira missa na Capela da Virgem foi celebrada no Natal de 1906.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

2 comentários em “Catedral de São Patrício, New York”.

Os comentários não representam a opinião do www.historiadasartes.com, a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Texto interessante.

    Apenas um reparo: parece que a descrição das dimensões da catedral foi trocada, ficando a largura (53 m) no lugar do comprimento (124 m) e vice-versa. A largura corresponde, grosso modo, à extensão da fachada principal, enquanto o comprimento, simplificadamente, corresponde à extensão do espaço que vai da fachada principal até a fachada posterior, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *