David de Michelangelo no Tatuapé?!

História das Artes > Sala dos Professores > David de Michelangelo no Tatuapé?!
David de Michelangelo no Tatuapé?!

Uma estátua chamou minha atenção quando estava passando pelo Tatuapé. Quem diria encontrar uma réplica da escultura David de Michelangelo pelo bairro?

Descobri que originalmente ela foi implantada no interior do Estádio Municipal do Pacaembu, atual Estádio Municipal Dr. Paulo Machado de Carvalho, entre a arquibancada leste e a concha acústica. A obra, em argamassa armada, foi executada pelo Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, que, desde as primeiras décadas do século 20, dispunha de uma coleção de reproduções em gesso provenientes dos principais museus da Europa.

A escolha de David entre vários modelos, certamente, se deu às suas dimensões, compatíveis com a monumentalidade do estádio. Em estilo Art-Déco, o estádio somava-se a outras obras públicas, erguidas em São Paulo durante o Estado Novo. A figura atlética e saudável de David poderia servir de inspiração e incentivo aos esportistas e torcedores ali reunidos.

Em 1969, na reforma do estádio, a concha acústica e o salão de festas foram demolidos. Em seu lugar, foi construído um lance suplementar de arquibancadas. Então, a estátua de David foi removida e reimplantada na praça Charles Miller, em frente aos portões principais do estádio.

Da praça Charles Miller, a estátua foi novamente removida para a rua Canuto Abreu, em frente aos arcos de entrada do Centro Educativo, Recreativo e Esportivo do Trabalhador – CERET, no Tatuapé. A inauguração ocorreu no dia 1º de maio de 1974, como parte dos festejos pelo Dia do Trabalho.

Em 2002, argumentando que a escultura David pertenceria ao acervo do estádio, foi enviada uma equipe especializada ao Tatuapé para efetuar a remoção, mas o Diretor do CERET impediu, assim como o Departamento do Patrimônio Histórico também não autorizou sua transferência, entendendo que, nos cerca de 30 anos de permanência no bairro, obra já seria considerada patrimônio do bairro. A disputa entre o administrador do estádio e os moradores chegou à imprensa e se estendeu por alguns meses. Ao final, prevaleceu a vontade dos moradores do Tatuapé.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *