Intervenção artística urbana

História das Artes > Sala dos Professores > Intervenção artística urbana
Intervenção artística urbana

As intervenções são manifestações organizadas por grupos de artistas com o propósito de transmitir mensagens. Elas são um tipo de arte que tem o objetivo de questionar e transformar a vida cotidiana.

A Intervenção Urbana é o termo utilizado para designar os movimentos artísticos relacionados às intervenções visuais realizadas em espaços públicos.

No início, um movimento não reconhecido que foi ganhando forma com o decorrer dos tempos e se estruturando. Mais do que marcos espaciais, a intervenção urbana estabelece marcas, particulariza lugares, recria paisagens. existem intervenções urbanas de vários portes, indo desde pequenas inserções através de adesivos (stickers) até grandes instalações artísticas.

A Intervenção lança no espaço público questões que provocam discussões em toda a população. De uma maneira ou de outra, ela faz com que as pessoas parem sua rotina por alguns minutos, seja para questionar, criticar ou simplesmente contemplar a arte.

Sua finalidade é provocar o público para questões políticas, sociais, ideológicas e estéticas.

No Brasil, no final de 1970, ela surgiu como forma de expressão artística que fosse além dos muros dos museus, galerias ou de outra forma tradicional de exposição.

Muitos artistas acreditavam que essas instituições restringiam o acesso à arte para pessoas que não estavam diretamente ligadas a ela.

No final da década de 1990, ela ganha força com a atuação dos coletivos artísticos realizadas em diferentes espaços.

Alguns exemplos:
“Cow Parade” é considerado o maior e mais bem sucedido evento de arte pública no mundo. Já passou por mais de 50 cidades em todos o mundo desde de 1999, inclusive por várias cidades do Brasil. As vacas são pintadas por artistas locais, sendo ele profissionais, amadores ou desconhecidos. A renda arrecadada pelo evento é revertida para instituições de caridade em diversas partes do mundo, cumprindo o seu papel social.
O escultor suíço que criou a vaca original foi Pascal Knapp.

Pintada por Toni Machado e exposta na Avenida Paulista - São Paulo - Brasil
Pintada por Toni Machado e exposta na Avenida Paulista – São Paulo – Brasil

Depois desse evento, outros “modelos” foram criados, importados ou locais.

“Mind Fuck” é aquele desconforto mental gerado por elementos inéditos em determinada área. É como se nossa mente, tão acostumada com tal cenário, demorasse segundos a mais para processar a informação. E Fra.Biancoshock, um brilhante e inquieto artista de Milão (Itália), faz isso de uma maneira ainda mais divertida e chocante.
As sua criações podem ser encontradas por toda Europa, Malásia e Singapura.

“Yambombing” – termo inglês para bombardeio de fios. É uma intervenção artística que invadiu as ruas do mundo, trazendo cor, alegria e trabalho artesanal com fios, adornando estatuas, pontes, árvores….

Fios envolvendo árvore.
Fios envolvendo árvore.

“ The Pothole Gardener” – Jardineiro de buracos – Essa tem sido a proposta do londrino Steve Wheen, ciclista e cansado dos buracos nas ruas, ele começou a usar as imperfeições das calçadas e ruas de Londres, como base para os seus minijardins. “Meus jardins são uma maneira de transformar algo muito ruim, como um buraco, em algo um pouco mais feliz que leva as pessoas a sorrir mas também a questionar o ambiente em que vivem e como elas podem mudá-lo”, diz Steve.

Pequenos Jardins - Londres - Inglaterra
Pequenos Jardins – Londres – Inglaterra

“Intervenção com chinelos” – Chamou a atenção dos visitantes a estrutura do artista holandês Florentijn Hofman. Montado no Parque Mário Covas em São Paulo, com a ajuda de alunos de arte locais, ele cobriu a base inflável de quase 14 metros com cerca de 10 mil chinelos. A obra foi criada como parte do Pixel Show São Paulo 2010 onde o artista deu a palestra ‘Size does matter’.

Intervenção feita com chinelos - Parque Mario Covas - São Paulo - Brasil
Intervenção feita com chinelos – Parque Mario Covas – São Paulo – Brasil

“Grande Omelete” – pintor e escultor holandês Henk Hofstra, famoso por monumentais intervenções urbanas. Uma das suas vítimas foi a cidade de Leeuwarden, onde o exagerado resolveu fritar os ovos gigantes de sua Art Eggcident num estacionamento.

Intervenção Urbana em Leeuwarden - Holanda
Intervenção Urbana em Leeuwarden – Holanda

“Umbrella Sky Project” – desenvolvida pela Sextafeira Produções. Projeto Céu de Guarda-chuvas na cidade de Águeda em Portugal, colorindo as ruas da cidade.

Ruas da cidade Águeda - Portugal
Ruas da cidade Águeda – Portugal

Tantas outras Intervenções acontecem no mundo:

E as grandes intervenções de Eduardo Srur no Brasil trazem grandes reflexões no que se propõe:

A dança e a música também podem fazer parte de uma intervenção artística urbana. Elas são conhecidas como “Flash Mob”, abreviação de Flash Mobilitazion (mobilização rápida).

Um grupo de pessoas se organiza e planeja uma ação comum, reúnem-se em local público, realizam a intervenção (dança com música) e se dispersão rapidamente.

Flash Mob na cidade de São Paulo - Brasil
Flash Mob na cidade de São Paulo – Brasil

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

2 comentários em “Intervenção artística urbana”.

Os comentários não representam a opinião do www.historiadasartes.com, a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. muito bom ,gostei de todos tipos de artes ,deixa um mundo mais visivel de tudo ,e todos.simplesmente tem pessoas ,que nao sabem utilizar direito as coisas. por isso aproveite bem a chance que temos de deixar os muros pracas ,tudo muito lindo.bjsss

  2. Bom dia estava assistindo programa ano Art1 onde diversos arquitetos e desingner engajados na causa,e como estou com um problema na minha rua com utilização de praças com pessoas em atividades ilícitas , sexo a luz do dia drogas entre outras tornando o espaço comum em um reduto.
    Acredito que com ajuda e exposição pela arte vai chmar atenção e os frequentadores aproveitadores se sentirão incomodados
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *