Mistérios do Simbolismo

História das Artes > Sala dos Professores > Mistérios do Simbolismo
Mistérios do Simbolismo

Na solidão do pequeno vilarejo bretão de Pont-Aven, longe da agitação de Paris, Gauguin inventa uma nova pintura e se impõe como principal figura do simbolismo. Ele critica os impressionistas por suas buscas em torno dos efeitos fugazes da luz e não do núcleo misterioso do pensamento.

A pintura reflete um mundo interior – intelectual, poético, espiritual. Ele se inspira na arte primitiva e popular, nas estampas japonesas, na arte medieval e não ocidental para criar uma linguagem moderna. Suas cores, sem relação com a realidade, não aplicadas uniformemente sore a tela. As formas são contornadas com um traço escuro que simplifica o motivo.

Gauguin atribui à cor o papel de reveladora da dimensão simbólica da pintura. Com suas tonalidades escolhidas artificialmente. Ele afirma o desejo do retorno às fontes primitivas de arte a ao instinto da criação. Outros artistas que trabalharam com ele em Pont-Aven tornam-se divulgadores de suas teorias.

Clique aqui e conheça mais sobre esse movimento artístico.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *