Mont Saint Michel

Mont Saint Michel

Monte de São Miguel é uma vila francesa da Normandia (a 360 km de Paris), localizada em um pequeno morro, onde foi construída uma abadia dedicada a São Miguel Arcanjo.

Diz a lenda que o próprio São Miguel Arcanjo solicitou ao Bispo de Avranches a construção de uma pequena igreja neste local, no ano 708.

Diversos prédios e habitações do lugar são, a título individual, classificados como monumentos históricos(a igreja paroquial desde 1909, por exemplo) ou inscritos no inventário suplementar de monumentos históricos.

Crê-se que a história da abadia do monte Saint-Michel começou em 708, quando Aubert, bispo de Avranches, mandou construir no monte Tombe um santuário em honra a São Miguel Arcanjo (Saint-Michel).

No século X os monges beneditinos instalaram-se na abadia e uma pequena vila foi-se formando aos seus pés.

Durante a Guerra dos Cem Anos, entre França e Inglaterra, o Monte Saint-Michel foi uma fortaleza inexpugnável, resistindo a todas as tentativas inglesas de tomá-la e constituindo-se, assim, em símbolo da identidade nacional francesa.

Após a dissolução da ordens religiosas ditadas pela Revolução Francesa de 1789 até 1863 o Monte foi utilizado como prisão.

Declarado monumento histórico em 1987, o lugar figura desde 1979 na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

No topo da abadia, há uma estátua do São Miguel Arcanjo matando o dragão, que simboliza o mal, a 170 metros de altura. Uma réplica da estátua encontra-se no Museu D’Orsay em Paris.

Estátua de São Miguel Arcanjo no alto da abadia.
Estátua de São Miguel Arcanjo no alto da abadia.

O monte era ligado ao continente através de um istmo natural que era coberto pelas marés altas. Ao longo dos séculos a planície alagável em torno foi sendo drenada para criação de pastagens, reduzindo a distância do rochedo à terra, e o rio Couesnon foi canalizado, diminuindo seu aporte de água e acelerando o assoreamento da baía.

Em 1879 o istmo foi reforçado e tornou-se uma passagem seca perene.

Em 2006 o governo francês anunciou um projeto para tornar novamente o monte uma ilha com a construção de barragens, que foi completado em 2012. A última linha de trabalho é agora visível ao pé das muralhas.

Foi colocado um deck de madeira. Um grupo de nove empresas de madeira do Grande Oeste foi escolhido para fornecer a madeira que revestiu  passarela. Essas plataformas cobrem as calçadas em ambos os lados do acesso ao Mont-Saint-Michel.

Detalhe do deck de madeira que liga Mont Saint Michel ao continente.
Detalhe do deck de madeira que liga Mont Saint Michel ao continente.

A beleza do local é inquestionável, um encantador vilarejo medieval, todo murado, com a abadia bem no topo, completando o lindo visual.

Vista do Mont Saint Michel ao pôr do sol.
Vista do Mont Saint Michel ao pôr do sol.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *