Museu de Arte de Goiânia

História das Artes > Museus > Museu de Arte de Goiânia
Museu de Arte de Goiânia

Sediado em local privilegiado, dentro do Bosque dos Buritis – marco turístico da cidade – o Museu de Arte de Goiânia (MAG) foi inaugurado em 20 de outubro de 1970.

Criado pela lei n º 4188, de 28 de agosto de 1969 é o primeiro museu público municipal de artes plásticas da região Centro-Oeste.

O MAG constitui-se uma instituição pública de caráter permanente, sem fins lucrativos e a serviço da sociedade.

Tem como objetivos reunir e preservar as obras de seu acervo, além de estimular e divulgar a produção artística visando promover o intercâmbio cultural.

O MAG tem por finalidade formar, pesquisar, qualificar, comunicar, preservar e exibir, para fins de estudo, educação e entretenimento, um acervo museológico, bibliográfico e audiovisual, composto por obras de arte, pertencentes ao Patrimônio Cultural Artístico do Município de Goiânia, bem como incentivar a produção artística regional, em intercâmbio e integração com a produção artística nacional e internacional.

É uma instituição de caráter permanente e patrimonial, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e aberta ao público.

A sede do Museu conta com três Salas de Exposição, sendo uma delas localizada em outra sede, no SEPAC – Sala de Exposição do Palácio da Cultura – na praça Universitária que também abriga o Museu de Escultura ao Ar Livre.

Conta ainda, com a Sala Amaury Menezes reservada para as exposições do acervo e a Sala Reinaldo Barbalho para eventos e exposições.
Além disso, o MAG possui setores de Intercâmbio e Exposições, Conservação e Restauração, Reserva Técnica e na área de Ação Educativa, oficinas de artes plásticas e Biblioteca Especializada.

Atualmente, o acervo do MAG é composto por 850 obras entre as categorias de desenho, pintura, escultura, objetos e gravura.

O MAG, durante seus anos de existência realizou milhares de eventos, entre exposições, cursos, palestras, recitais, lançamentos de livros, entre outros.

O público alvo do MAG é constituído por pesquisadores, estudantes, turistas, professores e a comunidade em geral, atendendo aproximadamente 25.000 usuários, estimativa anual (exceto em exposições de grande porte, que alcança média de 50.000 usuários).

A Biblioteca do MAG foi criada em 1970 e, em 1994, passou por reestruturação física e automação.

Possui acervo bibliográfico e documental diversificados referentes a arte visual produzida em Goiás e também a arte moderna e contemporânea, brasileira e internacional.

Atende regularmente pesquisadores, professores, pesquisadores, críticos de arte e curadores. A Biblioteca também atua junto com a Reserva Técnica, curadoria e ação educativa do MAG, dando suporte na preparação de dossiês de artistas e nas publicações.

Deste 2009, o MAG lança editais para seleção de propostas para ocupação de seus espaços expositivos.

As propostas selecionadas compõem o Programa de Exposições que, por sua vez, integra o Calendário Anual das mostras realizadas.

Durante o ano de 2011, o Programa realizou mais de 30 exposições com trabalhos de artistas locais e de diversas regiões do Brasil contabilizando mais de vinte mil registros de assinaturas durante o período de visitação do público.

Nas individuais e coletivas foram apresentadas obras nas linguagens de desenho, pintura, instalação, performance, vídeo, videoinstalação, fotografia e gravura.

agendaMuseu da Arte de Goiânia. Rua 1 nº 605, Bosque dos Buritis – Setor Oeste – Goiânia – Goiás – Brasil. Aberto de terça a sexta, das 9h às 12h e das 13h às 17h. Sábado e domingo, das 8h às 18h.

 

Fique atento! Horários podem mudar sem aviso prévio. Consulte sempre os sites oficiais.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *