Palácio Boa Vista

História das Artes > Museus > Palácio Boa Vista
Palácio Boa Vista

O Palácio Boa Vista foi inaugurado em 21 de julho de 1964 pelo então governador Adhemar de Barros para servir de residência de inverno do Governador. Em 1970, o palácio foi declarado monumento de visitação pública e transformado em um centro de arte, sem prejuízo de sua finalidade principal de sede de inverno do governo estadual. 

O projeto arquitetônico do polonês Georg Przyrembel possui caráter de estilo eclético na fachada atual, inicialmente foi inspirado no estilo Maria Tudor, por sugestão de Adhemar de Barros. O Palácio da Boa Vista localiza-se no alto de uma colina, o que permite que seja avistado de diversos bairros de Campos do Jordão, com sua atmosfera bucólica e arquitetura inspirada nos castelos europeus.

Anexo ao palácio, encontra-se a Capela de São Pedro Apóstolo, projetada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha e inaugurada em 1989, onde abriga um acervo de arte sacra do período colonial e de artistas contemporâneos. Erguida em concreto armado sobre um único pilar, com paredes de vidro e circundada por espelhos d’água.

ACERVO

O acervo do Palácio da Boa Vista é aberto à visitação pública e integra, em conjunto com as coleções dos palácios dos Bandeirantes e do Horto, o Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo de São Paulo, abrigando um precioso acervo artístico de cerca de 2 mil objetos. São pinturas, esculturas, pratarias, porcelanas, peças religiosas e mobiliário datado do século 17 ao 20. As peças estão distribuídas por 35 ambientes e 105 cômodos. A área total do Palácio é de 3 mil metros quadrados.

No antigo gabinete do governador, o assoalho é de marchetaria feita com pau Brasil. Nas paredes há obras de artistas como Tarsila do Amaral, Anita Malfati, Aldo Bonadei, Di Cavalcanti, Portinari, Brecheret e Alfredo Volpi.

Uma das obras emblemáticas do Palácio Boa Vista é “Operários”  pintada por Tarsila do Amaral, em 1933, representa o imenso número e a variedade racial das pessoas vindas de todas as partes do Brasil para trabalhar nas fábricas, que começavam a surgir no Brasil, principalmente nas metrópoles, como em São Paulo, na década de 1930.

agenda

Palácio Boa Vista. Avenida Adhemar de Barros, 3001, Campos do Jordão/SP. Aberto de quarta a domingo, inclusive feriados, das 10h às 12h e das 14h às 17h.  Entrada gratuita.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *