Saleiro, Benvenuto Cellini

Saleiro, Benvenuto Cellini

Este belo saleiro compõe-se de duas figuras, Ceres e Netuno, que representam a Terra e a água. Suas pernas entrecruzadas simbolizam a combinação desses elementos que, juntos, produzem o sal.

Cellini foi um famoso ourives, escultor e gravador. Trabalhou para imperadores, reis, papas e príncipes; este objeto em particular foi feito para o rei Francisco I da França.

O esplendor e a graça da obra de Cellini é um exemplo perfeito da escola maneirista.

O objetivo desses artistas era atingir a emoção através do efeito estético. Isso levava-os a utilizar figuras alongadas e cores fortes, como se pode observar nas obras do final do século 16.

A vida tempestuosa de Cellini é descrita em sua autobiografia, que, entre outros episódios contundentes, narra sua prisão por roubar joias da coroa papal.

Infelizmente, a maioria das obras pequenas de Cellini, como medalhas, taças e adagas, foram fundidas. No entanto, muito de suas obras-primas maiores sobreviveram.

Saleiro em ouro cinzelado e esmalte, cobre ébano, 1543, 26 x 34 cm, Benvenuto Cellini, Kunthistorisches Museum, Viena.

Agora que você sabe mais detalhes sobre essa obra de Benvenuto Cellini, experimente fazer uma releitura dele ou criar uma escultura ou desenho que contenha elementos alegóricos e mitológicos, utilizando o material que mais gostar.

Fotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *