Mês: Março 2018

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 2

História da Arte para Crianças – Arte Indígena 2

Arte Brasileira

Arte Indígena – Trançados

É trançando que o índio constrói a sua casa e uma grande variedade de utensílios, como cestos para uso doméstico, para transporte de alimentos e objetos, trançados para ajudar no preparo de alimentos (peneiras), armadilhas para caça e pesca, abanos para aliviar o calor e avivar o fogo, objetos de adorno pessoal (cocares, tangas, pulseiras), redes para pescar e dormir, instrumentos musicais para uso em rituais religiosos. Continue Lendo

José e a Mulher de Putifar, Tintoreto

José e a Mulher de Putifar, Tintoreto

Nos quadros de Tintoretto, a estrutura teatral acentua a tensão dramática da ação, graças também à exasperação dos esboços em perspectiva e aos gestos dos protagonistas. Juntamente com outras cinco cenas bíblicas, todas de formato horizontal e conservadas no Museu do Prado (Judith e Holofernes, Susana e os Velhos, Ester diante de Assuero, Rainha de Sabá diante de Salomão, Continue Lendo

Quatro Exposições na Pinacoteca de São Paulo

Quatro Exposições na Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo, oferece quatro novas mostras no segundo andar do prédio da Luz: uma seleção de obras de arte colonial da coleção da Fundação Nemirovsky, um vídeo de Rosangela Rennó, um conjunto de trabalhos recentes da artista Ana Dias Batista e pinturas do paulista José Antonio da Silva. Continue Lendo

Se o paraíso Fosse Assim Tão Bom – Instituto Tomie Ohtake – SP

Se o paraíso Fosse Assim Tão Bom – Instituto Tomie Ohtake – SP

A artista inglesa Cecily Brown, uma das pintoras contemporâneas mais celebradas internacionalmente, apresenta “Se o paraíso fosse assim tão bom”, exposição em cartaz no Instituto Tomie Ohtake e formada por um conjunto de trabalhos da última década da carreira de Brown. Continue Lendo

Joseph Mallord William Turner

Joseph Mallord William Turner

Joseph Mallord William Turner nasceu em Londres em 23 de abril de 1775. Seu pai era barbeiro, e sua mãe, filha de um açougueiro  A família morava sobre a barbearia, em Maiden Lane, Convent Garden, uma área da capital inglesa que, tal como ainda hoje, estava estreitamente ligada às artes. Continue Lendo

Projetos e Destinos – Instituto Tomie Ohtake – SP

Projetos e Destinos – Instituto Tomie Ohtake – SP

Nesta exposição individual do artista plástico Paulo Pasta, o curador do Instituto Tomie Ohtake, Paulo Miyada selecionou treze pinturas produzidas nos últimos treze anos que refletem o arsenal pictórico do celebrado artista paulista. Continue Lendo

Paul Gauguin

Paul Gauguin

Paul Gauguin nasceu em Paris em 7 de junho de 1848. Seu pai, Clovis, era um republicano radical. A mãe, Aline, também tinha sangue de rebeldes radicais nas veias: era filha da feminista e socialista peruana Flora Tristão. Paul veio ao mundo num ano de grandes agitações políticas, que culminaram com a abdicação de Luís Filipe e a consequente proclamação da República. Mas, em 1851, com o golpe de Estado de Napoleão III, que pretendia a restauração do Império, Clovis decidiu abandonar o país, partindo com a mulher e dois filhos para o Peru. Continue Lendo