Galatea das Esferas – Salvador Dali

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Galatea das Esferas – Salvador Dali
Galatea das Esferas – Salvador Dali

O Surrealismo surge todas às vezes que a imaginação se manifesta livremente, sem o freio do espírito crítico, o que vale é o impulso psíquico.

Os surrealistas deixam o mundo real para penetrarem no irreal, pois a emoção mais profunda do ser tem todas as possibilidades de se expressar apenas com a aproximação do fantástico, no ponto onde a razão humana perde o controle.

Salvador Dali – é, sem dúvida, o mais conhecido dos artistas surrealistas.

A sua obra Galatea das Esferas retrata Gala Dalí, esposa e musa do pintor, por meio de uma reunião de esferas.

O nome Galatea se refere a uma ninfa do mar da mitologia clássica, conhecida por sua virtude, mas também pode se referir à estátua criada por Pigmalião.

O quadro apresenta a cabeça e os ombros de Gala, composta por uma matriz de esferas aparentemente suspensas no espaço e representa uma síntese da arte renascentista e da teoria atômica.

Além disso, a obra ilustra a descontinuidade final da matéria, sendo as esferas uma representação das partículas atômicas.

Essa pintura é uma das obras mais representativas do período do misticismo nuclear de Dali.

É o resultado de um Dalí apaixonado pela ciência e pelas teorias da desintegração do átomo.

Ele se interessou muito pela física nuclear depois da primeira explosão da bomba atômica em 1945 e descreveu o átomo como seu “alimento favorito para o pensamento”.

Reconhecendo que a matéria é formada por átomos que não se tocam, ele tentou replicar isso em sua arte daquela época, com itens suspensos e sem contato entre si, em várias pinturas.

Galatea das Esferas é um dos atos mais eloquentes de homenagem ao rosto de Gala que Dalí produziu.

Galatea das Esferas – 1952

 

Ficha Técnica

Título: Galatea das Esferas

Ano: 1952

Técnica:  óleo sobre tela

Dimensões: 65 x 54 cm

Acervo: Dali Theatre and Museum, Figueres, Espanha

Faça você também!

Escolha uma teoria de física e a transforme-a em um desenho procurando formar uma imagem que lembre uma pessoa ou uma situação. Pinte com as cores usadas por Salvador Dali nesta obra analisada.

Fotografe e compartilhe nas nossas mídias sociais #historiadasartes/talento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *