Mosteiro de Padula – Itália

História das Artes > Museus > Mosteiro de Padula – Itália
Mosteiro de Padula – Itália
   

O maior mosteiro da Itália foi fundado por Tommaso di San Severino em 27 de abril de 1306 no local de um antigo mosteiro.

A Certosa (Mosteiro) de Padula é um Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1998 e é uma obra única, majestosa e imponente. Localizado na cidade de Padula, no Parque Nacional Cilento, Salerno, no sul da Itália.O mosteiro tem o maior claustro do mundo, com 12.000 m² (2,97 acres) e rodeado por 84 colunas, com 320 quartos e salões.

Sua história de construção cobre 450 anos, mas as partes principais dos edifícios são em estilo barroco .

Quando, no século XVII, a família Sanseverino morreu, a Certosa di Padula passou para as mãos dos monges, que também herdaram as terras vizinhas. A partir deste momento, começa o período de máximo esplendor do Mosteiro.

Durante o século XVIII, a Certosa (Mosteiro), que nasceu como igreja gótica, sofre uma série de alterações que a transformam num dos mais ilustres símbolos da arte barroca do Reino de Nápoles.

Uma famosa escada em espiral de mármore branco dentro de um anexo leva à grande biblioteca.

Escadaria no Mosteiro (Certosa) de Padula que leva para a biblioteca.

O espaço pode ser dividido em: contemplação e trabalho, com lugares distintos para essas práticas: de um lado, os pacíficos claustros, a biblioteca com seu belo piso de cerâmica Vietri, as capelas decoradas com finos mármores embutidos.

Os frontais do altar na maioria das capelas são incrustados, não com mármore, mas com o uso de materiais diversos utilizados para esse fim.

Detalhe do altar de uma das capelas do Mosteiro de Padula.

Destacam-se os pomares do claustro; a grande cozinha, as caves com seus enormes tonéis de vinho, as lavanderias e os enormes pátios externos, onde havia gente trabalhando nas cavalariças, fornos, depósitos e no lagar de azeite.

Os estaleiros eram utilizados para atividades produtivas e para o comércio com o exterior.

Vista aérea da grandiosidade da Certosa (Mosteiro) de Padula.

A localização da Certosa di Padula representa um importante entroncamento nas rotas comerciais que atravessam o Sul; e é por isso que se tornará, ao longo dos anos, não apenas uma referência religiosa, mas também um ponto econômico para todo o entorno.

O mosteiro também abriga o museu arqueológico da Lucânia Ocidental, que preserva uma coleção de todos os achados desenterrados nas escavações nas necrópoles de Sala Consilina e Padula .

Este museu representa um período de tempo que vai da proto – história à era helenística .

O prédio também desempenhou um papel na história militar da Itália. Serviu como quartel-general francês durante as Guerras Napoleônicas, depois como base do Exército do Sul de Garibaldi durante o Risorgimento e, finalmente, como campo de internamento para prisioneiros durante a Primeira Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial.

Mosteiro de Padula. Viale Certosa, 84034 Padula SA, Salerno. Itália. Aberto de quarta a segunda feira, das 9h às 19h. Recomendável agendar com empresas que realizam as visitas.

Fique atento! Os horários podem ser modificados. Consulte o site oficial da instituição.

COMO CITAR:

Para citar esta página do História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o texto abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Mosteiro de Padula – Itália. História das Artes, 2021. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/mosteiro-de-padula-italia/>. Acesso em 20 Apr 2021.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: