Arte contemporânea

História das Artes > Posts com a tag "Arte contemporânea"
Gisela Eichbaum: Trabalhos sobre Papel | Museu Lasar Segall SP

Gisela Eichbaum: Trabalhos sobre Papel | Museu Lasar Segall SP

Como Lasar Segall (1889-1957), a pintora e desenhista alemã Gisela Eichbaum (1920-1996), também de origem judia, adotou o Brasil como refúgio após conhecer logo cedo, em solo europeu, a experiência da hostilidade e perseguição. Continue Lendo

Artista Ximena Garrido-Leca no Pavilhão da Bienal

Artista Ximena Garrido-Leca no Pavilhão da Bienal

A 34º edição da Bienal de São Paulo inicia a sua programação com a mostra individual da artista peruana Ximena Garrido-Lecca.

A artista inaugura a série com 9 obras, entre instalações, fotografias e vídeos, que estarão expostas no 3º pavimento. Continue Lendo

Vazios, Intervalos e Juntas | MASP | Casa de Vidro

Vazios, Intervalos e Juntas | MASP | Casa de Vidro

Uma artista e duas exposições em São Paulo. Definidas pela própria artista como “esculturas criadas no espaço”, os trabalhos de Leonor Antunes (Lisboa, Portugal, 1973) estabelecem relações entre a escultura, a arquitetura, o design, a luz, e o corpo — do espectador que trafega pela galeria ou do ambiente que a artista ocupa. Continue Lendo

Memorial do Desenho | MAC-USP | Ibirapuera | SP

Memorial do Desenho | MAC-USP | Ibirapuera | SP

A exposição apresenta um relevante recorte do acervo de desenhos do museu paulistano, com obras modernas e contemporâneas.

Dentro da coleção de mais de 10 mil obras da instituição, cerca de 70% são em suporte papel, e foi principalmente nestas peças que a curadora Carmen Aranha focou sua pesquisa. Continue Lendo

Exposição Linhas da Vida | Chiharu Shiota | CCBB SP

Exposição Linhas da Vida | Chiharu Shiota | CCBB SP

A transitoriedade dos ciclos da vida, a memória e a própria experiência pessoal inspiram a obra da japonesa Chiharu Shiota.

Conhecida principalmente por seus trabalhos site specific em grande escala, frequentemente compostos por emaranhados de linhas, Shiota é autora de uma obra multidisciplinar, desdobrada em suportes diversos: são instalações, performances, fotografias e pinturas. Continue Lendo

Superfícies | Vik Muniz

Superfícies | Vik Muniz

Há três anos sem expor individualmente em São Paulo, Vik Muniz  com a exposição Superfícies.

São 22 obras inéditas que exploram limites entre fotografia e pintura, partindo de obras abstratas de outros autores.

Paralelamente, a exibição ocorre também em Nova York. Continue Lendo

Exposição Entrevendo – Cildo Meireles | Sesc Pompéia | SP

Exposição Entrevendo – Cildo Meireles | Sesc Pompéia | SP

A exposição Entrevendo é a maior antologia já exposta na América Latina sobre a obra de Cildo Meireles.

Com curadoria de Júlia Rebouças e Diego Matos, a exposição reúne cerca de 150 criações – algumas inéditas no país – e preenche uma lacuna de quase duas décadas sem uma grande mostra nacional do artista, um dos nomes mais importantes da arte brasileira. Continue Lendo

36º Panorama da Arte Brasileira | MAM | SP

36º Panorama da Arte Brasileira | MAM | SP

“Sertão” é o título e o conceito proposto pela curadora Júlia Rebouças para articular o 36º Panorama, do qual participarão 29 artistas e coletivos, e que tem assistência curatorial de Maria Catarina Duncan.

Após um extenso processo de pesquisa e viagens por diversas regiões do Brasil, incluindo cidades como Cachoeira (BA), Recife (PE), Brasília (DF), Florianópolis (SC), São Paulo e a região do Cariri cearense, a curadora convidou artistas que se relacionam com o conceito, entendendo a própria arte como “sertão” – em sua instância de experimentação e resistência –, contestando, portanto, o viés restritivamente geográfico facilmente associado à palavra. Continue Lendo

Marepe: Estranhamente Comum | Pina_Estação | SP

Marepe: Estranhamente Comum | Pina_Estação | SP

Com curadoria de Pedro Nery, curador do museu, trata-se da primeira grande exposição individual do artista baiano em São Paulo que propõe oferecer uma visão abrangente de sua trajetória, iniciada na década de 1990.

O conjunto de 30 obras evoca poeticamente uma memória pessoal que se entrelaça à sua cidade natal.

Marepe (Marcos Reis Peixoto) nasceu na cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, em 1970. Continue Lendo