Arte Primitivista ou Naïf

História das Artes > Sala dos Professores > Arte Primitivista ou Naïf
Arte Primitivista ou Naïf

Arte Primitivista ou Naïf (palavra de origem francesa, cujo significado é ingênuo) é um estilo artístico que não segue as regras tradicionais de representação de imagens. Geralmente os artistas primitivistas são autodidatas, isto é, aprendem sozinhos, e criam seu próprio estilo e os recursos técnicos com que trabalham.

A arte dos chamados artistas primitivos passou a ser valorizada após o Movimento Modernista, que apresentou, entre suas tendências, o gosto por tudo o que era genuinamente nacional. Um artista primitivo é alguém que seleciona elementos da tradição popular de uma sociedade e os combina plasticamente, guiando-se por uma clara intenção poética.

Algumas das principais características dessa arte são: composição plana, bidimensional, tende à simetria e a linha é sempre figurativa; não existe perspectiva geométrica linear, pois o artista não utiliza as regras da perspectiva, definida pelos renascentistas, como a redução do tamanho dos objetos proporcionalmente à distância, a redução da intensidade das cores e da precisão dos detalhes de acordo com a distância; detalhamento das figuras e dos cenários, sem se preocupar em retratar a realidade; colorido exuberante.

A imagem destacada refere-se a pintura Bandeira do Divino (c.1945), realizada pelo artista brasileiro Emídio de Souza, que pode ser vista na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *