Coluna de Julho | Paris

História das Artes > Sala dos Professores > Coluna de Julho | Paris
Coluna de Julho | Paris
   

A história da França é marcada por momentos turbulentos, que podem ser desvendados por meio de monumentos por vezes emblemáticos. A Coluna de Julho é um desses monumentos.

Em 1830, a Revolução dos Três Gloriosos levou ao poder Louis-Philippe.

Construída no local da antiga prisão da Bastilha, a Coluna de Julho foi inaugurada em 1840, sendo, desde então, um dos símbolos da luta francesa.

Essa praça é muito conhecida na França por causa de sua relação com a Revolução Francesa e a Coluna de Julho, no entanto, não é homenagem à Revolução Francesa

O nome desse bairro vem da famosa prisão da Bastilha, construída entre 1370 e 1382, e derrubada na emblemática data de 14 de julho de 1789, o dia da queda da Bastilha.

A prisão protegia a nova muralha de Paris da ameaça inglesa, sendo enorme e contando com 8 torres de 22 metros e muros de 4 metros de espessura.

Ao derrubar essa fortaleza, que representava a onipotência e a tirania do rei, o povo destruiu o símbolo de poder desse reinado.

Essa praça é um dos maiores símbolos dos movimentos sociais da França.

A Coluna de Julho ainda com tapumes para a restauração da base, já concluída e que vai permitir visitar seu interior até o topo.

De lá saem vários protestos sindicais, bem como os desfiles de 1º de maio.

É também nessa praça que a prefeitura organiza a popular festa do dia 14 de julho, data que se comemora a queda da Bastilha na França e manifestações sociais.

Naquele período da história da França, de protestos e mortes nas ruas, a burguesia francesa trocou o rei Carlos X pelo rei Louis Philippe, este mais alinhado aos interesses liberais e sob controle de uma constituição.

Dezoito anos depois, o último rei da França, foi forçado a deixar o poder, para que se iniciasse a segunda República Francesa, seu trono foi queimado ao pé da Coluna de Julho que ele mesmo idealizou.

Nesse monumento, com o fim de sua restauração, estão depositados restos mortais dos franceses mortos tanto na ascensão quanto na queda de Louis Philippe.

No topo da coluna, a escultura masculina dourada, em bronze, representa a liberdade.

Escultura representando a liberdade no topo da Coluna de Julho

COMO CITAR:

Para citar esta página do História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o texto abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Coluna de Julho | Paris. História das Artes, 2021. Disponível em: <http://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/coluna-de-julho-paris/>. Acesso em 15 Jun 2021.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: