Desenhar uma Composição em Movimento

História das Artes > Olho-vivo > Ateliê > Desenhar uma Composição em Movimento
Desenhar uma Composição em Movimento
   

O pintor francês Edgar Degas em determinada época da sua carreira, gostava de retratar cenas com animais, pessoas em movimento.

A série de Bailarinas do artista são famosas e espalhadas em Museus do mundo inteiro.

Diferente dos pintores impressionistas que preferiam trabalhar apenas ao ar livre, em constante mudança de luz do dia, Degas preferia a luz artificial.

Ele achava que as luzes do palco davam uma sensação de mistério à cena.

Em sua pintura, ele capturou a luz brilhante do palco, a enxurrada de bailarinas dançando e detalhes do que estava acontecendo no palco.

Normalmente, um pintor escolhe um tema e o coloca no centro da tela.

Espaço, fundo, tudo se organiza em torno dessa figura central.

Mas Degas tinha uma maneira revolucionária de compor uma pintura.

Ao invés de posicionar seu objeto no centro da tela, ele frequentemente os colocava de lado.

É como se o sujeito não estivesse realmente preparado para ele pintar sua imagem.

É quase como se a bailarina se movesse rápido demais para que o artista a desenhasse a tempo.

Ele apenas pegou parte dela, antes que ela escapasse do quadro.

Veja nessa obra do artista a disposição dos personagens.

A Estrela -1878 – Edgar Degas

Proposta: desenhar uma composição sugerindo movimento

 


Material:
Papel sulfite A4
Lápis preto
Borracha
Compasso ou transferidor
Régua
Lápis de cor ou giz de cera

Como fazer:

Escolha uma figura e a ideia de sugerir movimento na sua composição

Veja como Degas fazia o esboço da sua pintura, você não precisa usar bailarinas, faça com assunto do seu interesse.

O esboço para da obra acima, perceba os espaços deixados sem imagem.

Veja uma composição com mais personagens:

Bailarinas em verde -1879 – Edgar Degas

O esboço para essa obra, segue a sugestão de espaços vazios ou só delineando mais personagens, sem dar maior destacar:

Traçar o esboço do seu desenho com lápis preto bem suavemente para que depois você possa apagar as linhas do esquema, deixando somente a imagem escolhida.

Esboço pronto, apague as linhas auxiliares (aquelas desnecessárias para a imagem retratada)

Desenho definido, escolha o material colorido.

Dica: Quando for colorir não use cores saturadas deixando a imagem em uma tonalidade só, use várias cores para dar a ilusão de luz, leveza para a imagem.

Desenho pronto!


Fotografe e disponibilize sua obra nas mídias sociais  em #historiadasartestalento

COMO CITAR:

Para citar esta página do História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o texto abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Desenhar uma Composição em Movimento. História das Artes, 2021. Disponível em: <http://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/desenhar-uma-composicao-em-movimento/>. Acesso em 05 Dec 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: