Durval Pereira: Impressões Brasileiras 100 anos | Memorial da América Latina | SP

História das Artes > Sala dos Professores > Durval Pereira: Impressões Brasileiras 100 anos | Memorial da América Latina | SP
Durval Pereira: Impressões Brasileiras 100 anos | Memorial da América Latina | SP

Durval Pereira (1918 – 1984) pintor impressionista num tempo em que predominavam os modernistas e abstracionistas. Marinhas, casarios de cidades coloniais e paisagens do Brasil adentro eram temas frequentes em suas obras.

Com curadoria do pesquisador e arquiteto Lut Cerqueira, a mostra chega a São Paulo depois de ter passado por espaços culturais de Recife e Ouro Preto.

A exposição reúne cerca de 220 trabalhos do artista, marcando diversas fases e temáticas de suas pinturas.

Os visitantes ainda podem conhecer um pouco mais de sua trajetória em tours virtuais, concebidos em realidade 3D, entre uma tela e outra.

O artista paulistano Durval Pereira foi um dos mais importantes impressionistas e paisagistas do país.

Em 1983, conquistou o primeiro prêmio da III Biennale Mondiale des Métiers D’Art, em Nice, na França e foi presença constante nos melhores Salões de Arte do mundo.

Durval foi um artista de produção prolífica: pintava de três a quatro telas por dia.

Na mostra, o público paulistano pode conhecer de perto um recorte de sua extensa produção durante a exposição panorâmica realizada pelo Instituto Origami e pelo SESI, que ocorre no Memorial da América Latina

“Aproveitamos o centenário de seu nascimento para reapresentá-lo ao público. Essa mostra é muito mais do que um resgate da memória de Durval Pereira ou de sua obra. É o caminho, dentre tantos que o artista percorreu pelo Brasil afora, de reaproximá-lo daquilo que ele mais amava: o público apreciador da verdadeira arte”, pontua o curador, que encarou o desafio de trazer à tona a obra de um dos mais importantes impressionistas do país, pintor premiado, que caiu no esquecimento após sua morte.

O artista era viajante ávido e se inspirava nos cenários brasileiros para dar vida a seus quadros.

Casariozero – s d – Durval Pereira

O artista também percorria cidades, registrava fotografias das mais diversas regiões do país, sempre em busca de inspiração para suas telas.

A mostra retrospectiva traz ainda as naturezas-mortas de tons vibrantes criadas pelo artista.

Generosas talhadas de abóbora, verduras, frutas, peixes e tachos de cobres, bem como exuberantes arranjos florais eternizados por Pereira entre pinceladas, ora intensas, ora suaves.

Geralmente montadas em sua casa, com objetos encontrados ali mesmo, as cenas trazem vasos que se repetem e arranjos de flores reorganizados.

Memorial da América Latina. Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – São Paulo – SP. Aberta de terça a domingo, das 9h às 18h. Gratuita. Até 16/09/18.

Fique atento! O horário pode sofrer alteração. Consulte o site oficial da instituição.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *