Empapelamento ou Papel Machê

História das Artes > Olho-vivo > Ateliê > Empapelamento ou Papel Machê
Empapelamento ou Papel Machê

Há diferença entre elas ou são nomes diferentes para uma mesma técnica?
Ambas trabalham com Papel e se diferenciam somente na técnica.

Um pouco da origem
Empapelamento – O nome dessa técnica pode parecer estranho, mas empapelar quer dizer, revestir de papel e consiste em transformar objetos em escultura, brinquedos.

Papel Machê – quer dizer papel picado “mastigado”. É uma massa feita com papel picado e misturado com cola branca, dando para moldar objetos de diferentes formatos. É possível fazer esculturas com essa técnica.

Conta a história que o empapelamento surgiu no século XVII em Veneza. Os artesãos ao preparar as famosas máscaras de Carnaval daquela cidade usavam o empapelamento, mas já nessa época dividia espaço com o papel machê para a produção dos adereços.

E o papel machê foi desenvolvido em regiões da China aproximadamente dois séculos A.C. Os chineses que inventaram o papel foram os primeiros a utilizar a polpa do papel machê para moldar capacetes de guerra.

No século VIII, alguns deles foram capturados pelos árabes, durante a guerra contra a Pérsia, e como prisioneiros ensinaram a arte de reciclar. Essa arte chegou até o Marrocos, depois espalhou-se pela Europa, tendo sido os artesãos franceses que iniciaram a sua utilização para fins artísticos, daí a criação do seu nome.

Processo do desenvolvimento: Empapelamento

  • Planeje a peça;
  • Use uma base de garrafa PET ou caixinhas de papelão de tamanhos variados;
  • Jornal cortado em tiras adequadas ao tamanho do molde;
  • Em camadas intercaladas de papel e cola branca vai se dando o formato da peça;
  • Após esse processo concluído, passar uma demão de cola e deixar secar em local sem sol.
  • Para a pintura: pinte com tinta branca a base da pintura e depois colorir de acordo com a peça. A tinta pode ser guache, de parede, ou qualquer outra que seja dissolvida em água.

Processo da criação de um carrinho

Processo do desenvolvimento: Papel Machê

  • Em uma bacia coloque papel bem picado, pode ser jornal, papel higiênico ou aparas de papel macio (para facilitar a formação da massa);
  • Derrame água quente sobre o papel picado para facilitar o processo;
  • Deixe o papel amolecer por 12 horas;
  • Esprema muito bem com as mãos e faça bolas que devem ser colocadas em um recipiente seco;
  • Coloque cola branca, de PVC  sem água;
  • Amasse bem com as mãos e ela está pronta para ser usada.
  • Algumas variantes da receita utilizam farinha de trigo para deixar a massa com textura lisa e poder trabalhar em moldes já pré preparados, como louça, garrafas ou modelos preparados com jornal amassado e torcido para dar o formato desejado.
  • Use a mesma técnica de pintura do empapelamento.

m_preparando a massa

Processo da preparação da massa de papel machê

 

Molde e início da pintura

m_acabamento

Acabamento

Modelos de Máscaras

Exposição na cidade de Caraguatatuba – SP com objetos feitos de papel.

Mais ideias:

pincelEscolha um objeto da sua preferência, faça um bom planejamento de imagem e material.

Use jornal ou revistas para empapelamento e jornal ou papel higiênico para preparar a massa de papel machê.

Dicas: deixar secar à sombra antes de aplicar a pintura, e para dar um acabamento diferente use verniz spray fosco depois que a pintura da peça estiver bem seca.

quadro

Faça a sua peça, fotografe e disponibilize em nossas redes sociais usando #historiadasartestalento

 

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *