Museu de Arte Contemporânea de São Paulo

História das Artes > Museus > Museu de Arte Contemporânea de São Paulo
Museu de Arte Contemporânea de São Paulo

O MAC foi criado em 1963 quando a Universidade de São Paulo recebeu o acervo do antigo MAM de São Paulo, formado pelas coleções do casal de mecenas Yolanda Penteado e Ciccillo Matarazzo, pelas coleções de obras adquiridas ou recebidas em doação durante a vigência do antigo MAM e pelos prêmios das Bienais de São Paulo, até 1961.

De posse desse rico acervo composto, entre outras, por obras de Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Joan Miró, Alexander Calder, Wassily Kandinsky, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Emiliano Di Cavalcanti, Alfredo Volpi, Lygia Clark e uma estupenda coleção de arte italiana do começo do século XX, o novo museu passa a atender aos principais objetivos da Universidade: busca do conhecimento e sua disseminação pela sociedade.

Em seus primeiros anos o MAC USP tratou de preservar, estudar e exibir o acervo, ao mesmo tempo em que se tornava um dos principais centros no hemisfério sul a colecionar, estudar e exibir trabalhos ligados às várias vertentes da arte conceitual, às novas tecnologias e obras que problematizavam a tradição moderna.

Foi durante esse período inicial que entraram para a coleção do Museu obras de Lucio Fontana e Artur Barrio, entre muitas outras.

Exercendo o seu papel como polo formador de novos profissionais nas áreas de teoria, história e crítica de arte, além daquelas conectadas aos universos da museologia e da museografia, o MAC USP passou a ser reconhecido como um importante centro em todas essas áreas, assim como naquelas ligadas à educação pela arte.

Nas últimas décadas, o MAC USP continuou ampliando suas coleções modernas e contemporâneas.

Nesse período ingressaram para o acervo obras de Henry Moore, Cildo Meireles, Julio Plaza, Joseph Beuys, Leda Catunda, Rosângela Rennó, Jonathas de Andrade e vários outros artistas brasileiros e internacionais.

Mais recentemente, com uma política de atualização, o Museu recebeu para a sua coleção mais de 300 obras a partir de doações de artistas, galeristas, colecionadores e aquisições realizadas por intermédio da AAMAC (Associação de Amigos do MAC USP).

Instalado em um complexo arquitetônico criado nos anos 1950 pelo arquiteto Oscar Niemeyer e equipe, o MAC USP possui um acervo de cerca de 10 mil obras, entre pinturas, gravuras, tridimensionais, fotografias, arte conceitual, objetos e instalações.

É considerado um centro de referência de arte moderna e contemporânea, brasileira e internacional, mantendo à disposição de estudantes, especialistas e do público em geral uma biblioteca e um importante arquivo documental.

O Museu de Arte Contemporânea (MAC USP) ganhou uma nova casa, no dia 28 de janeiro de 2012, no imponente prédio projetado por Oscar Niemeyer, ex-Detran, em frente ao Parque Ibirapuera.

O conjunto arquitetônico recebeu um investimento de R$ 76 milhões da Secretaria de Estado da Cultura e foi repassado à Universidade de São Paulo (USP), responsável pela implantação e manutenção do complexo.

Além da reforma em toda a estrutura, foram construídos outros dois edifícios anexos, totalizando uma área de 30 mil metros quadrados de arte.

Dos seis andares reservados para receber exposições e o acervo de 10 mil obras de Picasso, Matisse,Kandinsky, Tarsila do Amaral, Volpi e outros artistas.

MAC – USP

Endereço: Praça do Relógio Solar, 160 – Butantã, São Paulo – SP, 05508-050
Telefone:(11) 3091-3039
3ª a domingo das 10h às 18h

MAC – Ibirpuera

Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301, São Paulo
Quando: 3ª a domingo das 10h às 18h
Mais informações: 11/2648.0254 11

Fachada do MAC – Ibirapuera

Fique atento! Horários podem mudar sem aviso prévio. Consulte sempre os sites oficiais.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *