Pinacoteca do Estado de São Paulo

História das Artes > Museus > Pinacoteca do Estado de São Paulo
Pinacoteca do Estado de São Paulo

É um dos mais importantes museus de arte do Brasil. Ocupa um edifício construído em 1900, no Jardim da Luz, centro de São Paulo, projetado por Ramos de Azevedo e Domiziano Rossi para ser a sede do Liceu de Artes e Ofícios.

É o mais antigo museu de arte de São Paulo, fundado em 1905 e regulamentado como museu público estadual desde 1911.

Entre 1993 e 1998 foi feita uma reforma em todo o prédio da Pinacoteca com autoria de Paulo Mendes da Rocha, que acabou ganhando o prêmio de arquitetura “Mies Van der Rohe” no ano de 2000.

O escultor baiano Emanoel Araújo foi eleito em 1992 diretor do local e durante toda a modificação reforçou a ideia de que o centro de São Paulo não deixaria de ser o cartão postal da metrópole. Então decidiu mudar a entrada do estabelecimento, que anteriormente era na Avenida Tiradentes, para a frente da Estação da Luz.

A Pinacoteca do Estado conta hoje com dez salas que se dividem para abrigar o acervo com cerca de cem mil obras e um espaço da reserva técnica no qual ficam peças em restauração, em catalogação ou fora de exposição.

A área também oferece um delicioso café, do lado de fora, proporcionando almoços ao ar livre com vista para o Parque da Luz.

A Pinacoteca realiza cerca de 30 exposições e recebe aproximadamente 500 mil visitantes a cada ano. O primeiro andar recebe as exposições temporárias e o segundo é dedicado a mostra de longa duração do seu acervo.

A área central abriga o Projeto Octógono Arte Contemporânea, e no térreo estão as áreas técnicas, o auditório e a cafeteria.

Espaço do Projeto Octógono Arte Contemporânea
Espaço do Projeto Octógono Arte Contemporânea

Desde 2006 é administrada pela APAC – Associação Pinacoteca Arte e Cultura.

A Pinacoteca também administra o espaço denominado Estação Pinacoteca, instalado no antigo edifício do DOPS, no Bom Retiro, onde mantém exposições temporárias de arte contemporânea, a Biblioteca Walter Wey e o Centro de Documentação e Memória da instituição.

A Pinacoteca de São Paulo abriga um dos maiores e mais representativos acervos de arte brasileira, com quase dez mil peças abrangendo majoritariamente a história da pintura brasileira dos séculos XIX e XX.
Destacam-se também:
A Coleção Brasiliana, integrada por trabalhos de artistas estrangeiros atuantes no Brasil ou inspirados pela iconografia do país;
A Coleção Nemirovsky, com um expressivo conjunto de obras-primas do modernismo brasileiro e mais recentemente;
A Coleção Roger Wright, recebida em comodato no mês de janeiro de 2015.

agendaPinacoteca do Estado. Praça da Luz, 2 – Luz – Centro (Metrô Luz) – são Paulo. Aberta de terça a domingo, das 10h às 17h30.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *