Quilling – Criando imagens

História das Artes > Olho-vivo > Ateliê > Quilling – Criando imagens
Quilling – Criando imagens

É uma técnica que trabalha com tiras finas de papel dando formas cilíndrica, também conhecido como filigrana em papel.Conta a história que já era executados por religiosas francesas e italianas nos séculos 16 e 17.

As religiosas decoravam relicários e gravuras sagradas, acrescentando toques dourados e muita ornamentação. Os trabalhos com as tirinhas de papel parecem realmente ouro e prata.

A ligação religiosa com o quilling foi mantida quando a arte foi difundida na Inglaterra com o desenvolvimento do papel.

As igrejas mais pobres produziam relicários, aos quais eram acrescentados gravuras dos santos referentes à relíquia na obra, totalmente enfeitados com quilling.

Veja algumas imagens da Coleção “Trèzor de Ferveur” – francesa que possui as mais belas obras do século 18.

No passado esse trabalho era feito como lazer com a intenção de fazer objetos decorativos tais como: painéis e brasões. Mais tarde o trabalho era feito em latas de chá, caixas de madeira, biombos, armários, molduras, etc.

Belíssimas caixas foram feitas nessa época apenas para receber os trabalhos em quilling.

O quilling era divulgado e um quesito a mais para internatos femininos que anunciavam: ” …. ele proporciona uma agradável diversão estimulando a criatividade da mente feminina e, ao mesmo tempo, proporciona o lazer de uma hora em inocente recreação … ” (The New Lady’s Magazine – 1786)

Em 1875 foi feita uma tentativa de revitalizar o quilling por Wm. Bemrose. Um kit chamado ‘Mosaicon’ foi produzido, juntamente com um manual. Outra referência foi descoberta em um livro intitulado “Floral Mosaicon”.

No artigo são mencionadas peças de quilling adquiridas pelas Rainhas Mary e Alexandra.

Muitos museus na Inglaterra e Estados Unidos mantêm expostos trabalhos de quilling feitos nos séculos passados.

Artistas da filigrana em papel expõem e têm seus trabalhos em galerias de arte nos Estados Unidos, Inglaterra, Coreia e Rússia.

Um exemplo atual é Yulia Brodskaya, artista que transformou o quilling em verdadeiras obras de arte, nasceu em Moscou, na Rússia, mas, desde 2004, mora no Reino Unido, onde completou um mestrado em Comunicação Gráfica na Universidade de Hertfordshire.

“Eu acho que uma das principais razões que me fazem apreciar o artesanato de papel é o meu amor pelo material”, declarou a artista.

Yulia Brodskaya em seu ateliê
Yulia Brodskaya em seu ateliê

Algumas de suas obras feitas inteiramente com a técnica quilling.

É uma técnica acessível para fazer a sua própria criação, garanto que  ideias criativas não faltam.

Preparando o papel para formar os “cilindros” e o inicio da montagem da peça.

É um trabalho minucioso, que exige tempo e paciência, mas resulta em grande estilo e charme. Apesar de pouco conhecido no Brasil, atualmente apresenta trabalhos criativos.

Esta técnica requer poucas ferramentas especiais e pode ser feita tanto em sala de aula como em ateliês. Os materiais podem ser adquiridos em lojas especializadas, mas é muito fácil produzi-los.

Materiais necessários:

  • Tirinhas de papel colorido – O papel utilizado nos trabalhos em quilling podem ser de várias gramaturas, cores e formatos.
Papeis já preparado.
Papeis já preparados.
  • Um palito roliço para dar forma aos rolinhos;
  • Tesoura;
  • Cola branca.

O que pode ser feito: cartões, quadros, convites, decoração de caixas e tudo o que sua imaginação criar.

Algumas dicas importantes:

  • Ao enrolar as tirinhas de papel, quanto mais justas ficarem menor será seu tamanho.
  • Veja que os rolinhos tenham a mesma dimensão para manter a qualidade visual do seu trabalho.
  • Usar pouca cola, somente para unir as peças. Dessa forma, o acabamento ficará perfeito.

Modelos que podem servir de inspiração.

pincel

Agora chegou a sua vez!

Prepare o modelo, corte as tiras, use papel mais grosso como suporte e faça um lindo cartão decorado com a técnica quilling.

Perceba que quanto mais cores você utilizar, o seu desenho ficará com maior efeito.

quadro

Fotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco através das nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Um comentário em “Quilling – Criando imagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *