Obras analisadas

História das Artes > Posts com a tag "Obras analisadas"
Alegoria do Tempo e do Amor, Bronzino

Alegoria do Tempo e do Amor, Bronzino

O célebre quadro aqui representado pode certamente identificar-se com o que Vasari descreve, mandado executar pelo grão-duque da Toscana, Cósimo de Médici, em homenagem ao rei da França, Francisco I. Continue Lendo

O Sacrifício de Isaac, Andrea del Sarto

O Sacrifício de Isaac, Andrea del Sarto

Conta Vasari que Andrea del Sarto, assim chamado devido ao ofício de alfaiate (sarto, em italiano) do pai, pintou esse mesmo tema num formato maior (atualmente na Gemäldegalerie de Dresden) e teve que repeti-lo em tamanho menor, mas com idêntica perfeição, para Paolo de Terrarossa. Continue Lendo

A Última Ceia, Salvador Dalí

A Última Ceia, Salvador Dalí

Como outros quadros religiosos de Salvador Dalí, A Última Ceia provoca amplas reações: alguns críticos, a denunciaram como fútil e banal, enquanto outros acreditam que o artista conseguiu revitalizar a imagem tradicional da devoção. Continue Lendo

O Doge Leonardo Loredan, Giovanni Bellini

O Doge Leonardo Loredan, Giovanni Bellini

Assinado, em latim, no “pequeno papel” pintado (cartellino) no parapeito “Joannes Bellinvs”, o quadro é um dos êxitos conquistados pelo artista neste gênero de pintura. Continue Lendo

A Agonia no Horto, Giovanni Bellini

A Agonia no Horto, Giovanni Bellini

A adesão de Giovanni Bellini ao mundo formal e espiritual de Andrea Mantegna dissolve-se na profundidade poética do seu doce sentimento da natureza, na sua vocação colorística, na aspiração a uma visão espacial vasta e sem limites. Continue Lendo

Judite no banquete de Holofernes, Rembrandt

Judite no banquete de Holofernes, Rembrandt

Artemísia é o título tradicional desta pintura de Rembrandt conservada no Museu do Prado, em Madri. Segundo algumas investigações, o título Artemísia é errôneo e na realidade a obra representaria uma cena bíblica: Judite no banquete de Holofernes. Continue Lendo

A Escola de Atenas, Rafael Sanzio

A Escola de Atenas, Rafael Sanzio

Rafael foi a escolha inspirada e corajosa o papa para decorar o salão chamado Stanza della Segnatura, no Vaticano, em Roma. Este são era usado como biblioteca; era ali que o papa Júlio II (1443-1513) assinava decretos da corte eclesiástica. Continue Lendo

A Jangada da Medusa, Théodore Géricault

A Jangada da Medusa, Théodore Géricault

Este quadro de Géricault foi pioneiro ao trazer a arte para a polêmica área do protesto político. Ele representa, em escala heroica, o momento em que os sobreviventes de um navio naufragado vêem as velas da nave que irá salvá-los. Esses tripulantes haviam sido abandonados por seu capitão, e sua história escandalizou a nação francesa. Continue Lendo

Baco e Ariadne, Ticiano Vecellio

Baco e Ariadne, Ticiano Vecellio

O quadro foi encomendado por Alfonso d’Este, duque de Ferrara, para decorar o seu pequeno estúdio, o famoso “camarim de alabastros” da sua casa de campo, juntamente com outros episódios mitológicos, entre os quais A Festa dos Deuses, de Giovanni Bellini, de 1514 (Washington, National Gallery), A Oferenda a Vênus e o Bacanal de Andros, de Ticiano (Madri, Museu do Prado). Continue Lendo