Cana Vermelha – Georgia O’Keeffe

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Cana Vermelha – Georgia O’Keeffe
Cana Vermelha – Georgia O’Keeffe

A pintura de Georgia O’Keeffe mostra o estilo da artista em tirar imagens do cotidiano, com uma simples flor que se transforma em uma extraordinária pintura.

A artista estudou as qualidades abstratas daquilo que considerava bonito e aproveitava isso como forma de auto expressão.

A imagem trata-se de um close ampliado de uma flor, cujas cores brilhantes e marcas atraem o olhar do observador.

A tentativa da artista é de captar a essência da flor, transmitindo a energia de seu crescimento.

Essa observação foi traduzida e retratada na obra em uma composição de linhas, formas e cores exageradas que apesar de abstratas ainda possibilitam o reconhecimento de uma flor.

É possível identificar as pétalas, com suas beiradas onduladas e aparentemente delicadas, assim como as linhas guias do mel que levam os insetos para o pólen no centro da flor.

O olhar do observador é levado diretamente ao centro da flor, onde se encontram as partes reprodutivas da planta.

As pinturas de flores de Georgia foram interpretadas como sendo representações dos órgãos genitais femininos, mas a artista sempre negou essa intenção.

As linhas fluidas da pintura se desenvolveram a partir de uma série de desenhos abstratos feitos à carvão e inspirados nos motivos vegetais da Art Nouveau.

As linhas da obra ultrapassam a borda da imagem, parecendo cortadas.

Cada parte aumentada da flor é simplificada até uma forma geométrica e, a partir daí, assume uma qualidade abstrata.

Cana Vermelha, 1924, óleo sobre tela, 91,4 x 76 cm, Georgia O’Keeffe, Museu de Arte da Universidade do Arizona, Tucson, Estados Unidos.

Chegou sua vez!
Escolha uma flor, destaque um detalhe do seu desenho e amplie até transformar a imagem somente em formas geométricas. Use somente cores quentes para transmitir mais dinamismo as formas desenhadas.

Fotografe a sua obra e compartilhe nas nossas mídias sociais #historiadasartestalento.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *