Desenhar uma Natureza-Morta

História das Artes > Olho-vivo > Ateliê > Desenhar uma Natureza-Morta
Desenhar uma Natureza-Morta

Um desenho de natureza-morta tem uma curiosidade: ela está indiretamente ligada com a natureza e não tem nada a ver com a morte.

Mas representa uma forma de pintura.

O que é uma natureza-morta ?

É um tipo de pintura e fotografia em que se veem objetos inanimados, como frutas, louças, instrumentos musicais, flores, livros, taças de vidro, garrafas, jarras de metal, porcelanas, dentre outros objetos.

E não é modismo, esse gênero de representação surgiu na Grécia antiga, e também se fez presente em afrescos encontrados nas ruínas de Pompeia.

Foi, depois, condenada por teólogos católicos durante a Idade Média.

A denominação natureza-morta surgiu na Holanda no século XVII, nos inventários de obras de arte.

A expressão competiu durante algum tempo com natureza imóvel e com representação de objetos imóveis no século XVIII.

Muitos artistas, cada um dentro do seu estilo e época também fizeram suas naturezas-mortas. Aprecie:

Cesto de Frutas – Caravaggio

 

Natureza-morta – Albert Eckhout

 

Natureza-morta com maçãs e laranjas – Paul Cezanne

 

Cesta com laranjas – Henri Matisse

Escolha o seu estilo!

Proposta: desenhar uma natureza-morta


Material:

papel sulfite A4
lápis preto 2B
borracha branca
régua
material colorido da sua escolha

Como fazer:

Escolha primeiro como vai compor a sua imagem, uma cesta de frutas, frutas e legumes, garrafas e copos.

Veja o que você tem em casa para facilitar a visualização e componha a sua imagem

Comece dividindo a folha para colocar os objetos escolhidos para serem desenhados, se necessário use a régua para demarcar os espaços, lembrando sempre em fazer levemente para que depois possa ser apagada com facilidade.

Desenhe os objetos esboçando levemente para perceber se a composição foi se formando de acordo com o seu projeto.

Lembrando sempre para dar volume ao seu objeto

As formas estão prontas, agora chegou a hora de dar uma pitadinha de realismo na sua composição, usando a fonte de luz, sombra própria e sobra projetada

Veja a imagem

 

Você percebe como o uso dos truques de claro e escuro ajudam a dar volume ao seu desenho

Agora chegou a vez da arte final, acabamento, se você quiser cores, não esqueça de continuar a usar o claro e escuro para dar mais realismo ao seu desenho.

Ou então, capriche no esfumaçado, se quiser deixar o seu desenho sem cores.

Feita a escolha e desenho pronto!


Fotografe a sua obra e disponibilize nas mídias sociais #historiadasartestalento

COMO CITAR?

Para citar o História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Desenhar uma Natureza-Morta. História das Artes, 2020. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/desenhar-uma-natureza-morta/>. Acesso em 20 Sep 2020.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: