Três Bandeiras, Jaspers Johns

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Três Bandeiras, Jaspers Johns
Três Bandeiras, Jaspers Johns

Johns escolheu representar a bandeira americana não porque fosse particularmente nacionalista, mas porque buscava pintar o tema mais banal possível e mais facilmente identificável.

O que melhor do que a “bandeira salpicada de estrelas”?

Ela não está gloriosamente desfraldada num mastro nem é carregada por um soldado vitorioso. Apenas aparece pregada numa parede.

Jaspers Johns não representou uma bandeira, mas apresentou-nos uma bandeira. No entanto, não tenta nos enganar fazendo-nos acreditar que seja real.

A encáustica, um material utilizado primordialmente pelos gregos, confere à pintura uma superfície espessa, como que em relevo.

Johns sobrepôs três bandeiras de tamanhos diferentes, reforçando a imagem, quase como um painel de iluminação, criando um estranho efeito óptico.

Ao lado do americano Robert Rauschenberg, Johns é considerado uma das influências mais importantes sobre a Pop Art americana.

Três Bandeiras, 1958, encáustica sobre tela, 76,5 x 116 cm, Jasper Johns, Whitney Museum of American Art, Nova York.

pincelAgora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Jaspers Johns, experimente fazer uma releitura dele usando o material colorido que você mais gostar.

quadro

Fotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento 

COMO CITAR?

Para citar o História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Três Bandeiras, Jaspers Johns. História das Artes, 2020. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/tres-bandeiras-jaspers-johns/>. Acesso em 03 Aug 2020.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: