Expressionismo

História das Artes > Posts com a tag "Expressionismo"
Escola de Aschan
   

Escola de Aschan

A Escola Ashcan, também chamado de Ash Can School, foi um movimento artístico no Estados Unidos no início do século XX que é mais conhecido por obras que retratam cenas da vida diária em New York, muitas vezes em bairros mais pobres da cidade. Continue Lendo

Exposição Lasar Segall: Ensaio sobre a Cor | Sesc 24 de maio | SP
   

Exposição Lasar Segall: Ensaio sobre a Cor | Sesc 24 de maio | SP

Lituano radicado no Brasil, Lasar Segall teve papel crucial na consolidação do modernismo no Brasil ao se tornar um dos primeiros artistas dessa linguagem a expor no país.

A mostra apresenta o estudo da cor como meio expressivo essencial à compreensão da pintura do artista. Continue Lendo

Château d’Auvers
   

Château d’Auvers

Apesar de Auvers-sur-Oise ter ficado tão conhecida precisamente por ser o lugar onde Vincent van Gogh se estabeleceu até sua morte, em 29 de julho de 1890, o mestre morou apenas 70 dias na cidadezinha. Mesmo assim, o tempo em que viveu na pitoresca Auver-sur-Oise foi talvez o mais produtivo do atormentado artista. Nesse curto período de tempo, ele pintou mais de 70 telas. Continue Lendo

Maçãs e Laranjas, Paul Cézanne
   

Maçãs e Laranjas, Paul Cézanne

É uma das suntuosas naturezas-mortas de Cézanne e vale como um inventário estético: a autonomia expressiva é total, não existindo nenhum intuito naturalista: os vários planos e perspectivas se somam numa antecipação cubista de sensações de cor e forma; tonalidades quentes – amarelo, ocre e vermelho – pulsam dentro do contorno sóbrio das circunferências que as limitam. Pintada em Continue Lendo

Entre Construção e Apropriação, Sesc Pinheiros
   

Entre Construção e Apropriação, Sesc Pinheiros

Nesta exposição os artistas Geraldo de Barros, Rubens Gerchman e Antonio Dias evidenciam as poéticas construtivas, sem deixar de lado a cultura de massas dos anos 1960. Continue Lendo

Duas Exposições no Museu de Arte Brasileira
   

Duas Exposições no Museu de Arte Brasileira

A primeira exposição “P/B – Acervo MAB” apresenta um recorte de obras exclusivamente dominadas pelos pigmentos preto, branco e as gamas intermediárias de tons de cinza.

A segunda exposição ocupando a sala central do mesmo ambiente, a mostra “A cor não tem fim: pinturas e tapeçarias de Jacques Douchez” faz tributo ao artista e tapeceiro francês. Continue Lendo