A Última Ceia, Salvador Dalí

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > A Última Ceia, Salvador Dalí
A Última Ceia, Salvador Dalí

Como outros quadros religiosos de Salvador Dalí, A Última Ceia provoca amplas reações: alguns críticos, a denunciaram como fútil e banal, enquanto outros acreditam que o artista conseguiu revitalizar a imagem tradicional da devoção.

As controvérsias se complicam pela consciência pública de Dalí como uma personalidade aparentemente mais interessada em jogos intelectuais e emocionais do que na expressão de convicções autênticas.

Jesus e seus doze apóstolos estão reunidos numa sala modernista envidraçada. Os apóstolos, com as cabeças baixas, ajoelham em torno de uma grande mesa de pedra, sua forma sólida contrastando com a transparência de Cristo. Dois pedaços de pão e meio copo de vinho representam a refeição sacramental.

Dalí construiu este quadro de acordo com os princípios matemáticos derivados do seu estudo do Renascimento, e Leonardo da Vinci, que pintou a mais famosa das Santas Ceias, é uma influência particularmente forte. Com um gesto bem parecido com o afresco de Leonardo da Vinci, Jesus aponta para o céu e para a figura, talvez o Espírito Santo, cujos braços se estendem para abraçar o grupo.

Como na apresentação harmoniosa dos esquemas do Renascimento, a composição de Dalí está claramente dividida: ação de primeiro plano e cenário de fundo. A colocação de homens ao redor da mesa é simétrica, a mesma figura repetida em perfeita imagem de espelho em ambos os lados de Cristo. Além disso, toda a imagem é construída de acordo com índices matemáticos complexos inventados por cientistas do Renascimento e por filósofos gregos antigos como Pitágoras.

Dalí explicou a dependência deste elaborado padrão geométrico logo após completar nove meses de trabalho na pintura: “Queria materializar o máximo de instantâneo luminoso e pitagórico baseado na comunhão celestial do número doze: doze horas do dia – doze meses do ano – doze pentágonos do dodecaedro – doze signos do zodíaco ao redor do sol – doze apóstolos em torno de Cristo”.

A Última Ceia, 1955, Salvador Dali, óleo sobre tela, 166.7 x 267 cm, Galeria Nacional de Artes de Washington, Estados Unidos.
pincel

Agora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Salvador Dalí, experimente fazer uma releitura dele ou criar uma composição baseada em fatos reais, históricos ou religiosos, usando o material colorido que você mais gostar.

quadroFotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *