Andorinhas, Giacomo Balla

Andorinhas, Giacomo Balla

Um bando de andorinhas rodopia e mergulha do lado de fora da janela do artista. Giacomo Balla recriou sua velocidade e movimento colocando-as em sequência precisa, uma atrás da outra.

O assunto desta pintura é a fuga de andorinhas com asas negras zumbindo perto de uma janela. Inspirado por estudos fotográficos de locomoção dos animais como os do fisiologista francês Étienne-Jules Marey, Balla criou uma imagem de movimento quase beirando à abstração. As asas representam uma posição diferente em uma trajetória de movimento e o corpo da ave é processado como uma linha esquemática . Aqui o artista olha para a ciência para estabelecer algo novo, a linguagem da modernidade para a pintura.

Ele parece ter incluído a rigidez das venezianas para contrastar sua imobilidade com os movimentos contínuos das aves. Balla pintou uma série de quadros de andorinhas durante uma visita a Düsseldorf, e 1912 a 1913.

Este quadro é um belo exemplo da obra dos futuristas italianos, preocupados principalmente em representar o movimento, como símbolo do dinamismo do mundo moderno. Balla declarou publicamente sua filiação ao movimento em março de 1910. Com Gino Severini, Umberto Boccioni e Carlo Carrá, ele desenvolveu a ideia de representar o movimento apresentando a mesma forma repetidamente, como um fotograma para o cinema. A partir de 1931 Balla se afastou desse estilo de pintura e desenvolveu uma abordagem mais figurativa.

Andorinhas: Caminhos de Movimento + Sequências Dinâmicas, 1913, óleo sobre tela, 96,8 cm x 120 cm, Giacomo Balla, MoMA – Museum of Modern Art, New York.

pincelAgora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro do Balla, experimente fazer uma releitura dele usando o material colorido que você mais gostar.

quadro

Fotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *