Canção de Wayland, Anselm Kiefer

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Canção de Wayland, Anselm Kiefer
Canção de Wayland, Anselm Kiefer

Essa imagem monumental e aterradora de campos queimados e arados sob um horizonte elevado envolveu o uso de uma ampla gama de materiais.

O titulo refere-se ao mito Wayland, o mestre ferreiro. Aleijado por seu rei para evitar que fosse embora, Wayland violentou a filha do rei e matou seus dois filhos, depois forjou asas para si mesmo, para poder escapar.

A associação feita por Anselm Kiefer dessa terrível parábola com a destruição tão poderosamente retratada na paisagem crestada evoca ideias fixas, como Holocausto. O tema da cultura germânica, deturpada durante o Terceiro Reich pela doutrina nazista, é central neste quadro.

Esta obra poderia ser considerada como neoexpressionista por seu contexto (a revivência de um estilo que enfatizava a reação do artista a uma experiência mais do que a experiência em si).

A obra obra diversificada de Kiefer inclui grandes xilogravuras em preto e branco, de contornos fortes, e livros compostos por fotografias ou xilogravuras.

Canção de Wayland, 1982, óleo, emulsão, palha, fotografia e chumbo sobre tela, 280 cm x 380 cm, Anselm Kiefer, Coleção particular.

pincel

Agora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Anselm Kiefer, experimente fazer uma releitura dele usando o material colorido que você mais gostar.

quadroFotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *