Conversa, Henri Matisse

Conversa, Henri Matisse

Neste quadro Matisse “eterniza” uma conversa entre duas personagens que ladeiam uma janela que rasga uma parede azul, azul muito forte e que deixa ver a paisagem exterior, de cores joviais.

Estão implacavelmente opostos.

O homem de pé domina a cena e domina-a a ela. Inclina-se de mau humor sobre a mulher que por sua vez está como que aprisiona na cadeira onde está sentada.

Os braços dessa cadeira como que a envolvem e no entanto essa mesma cadeira mal se distingue do fundo azul que domina o quadro.

A mulher está numa prisão no seu próprio ambiente.

A janela aberta sugere a fuga, mas a mulher é retida por um parapeito de ferro.

Ele eleva-se sobre ela, tão dinâmico como ela é passiva e todas as riscas do seu pijama estão impecavelmente direitas.

É um homem totalmente decidido, aquele que aqui temos.

O seu pescoço engrossa para lhe manter a silhueta direita e firme, uma autêntica seta de energia concentrada.

A barba está impecavelmente aparada e a mão direita firmemente enterrada no bolso do pijama.

O quadro não pode abarcá-lo todo e por isso a sua cabeça continua para além dele, na direcção do mundo exterior.

Ele é maior que o mundo inteiro, e a única “palavra” desta conversa hostil está escrita nas volutas do corrimão: Non!

Dirá ele não à passividade egoísta da mulher?

Dirá ela não à intensidade da vida dele?

Ambos se recusam um ao outro para sempre!

Conversa – 1908 a 1912 – Henri Matisse – Óleo sobre tela – 177×217 cm – Acervo do Museu Hermitage – São Petesburgo – Russia

Agora que você conheceu melhor essa obra de Matisse, faça um desenho que mostre o diálogo entre duas pessoas, faça com traços disformes, utilize uma palavra compondo o desenho e para colorir utilize cores primárias.

Fotografe a sua obra e disponibilize nas mídias sociais usando #historiadasartetalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *