Os Construtores, Fernand Léger

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Os Construtores, Fernand Léger
Os Construtores, Fernand Léger

Fernand Léger (1881-1955) foi um pintor francês, um dos mais destacados pintores do Cubismo,  importante movimento artístico do século XX. Os artistas Cubistas passaram a representar os objetos com todas as suas partes num mesmo plano.

É como se eles estivessem abertos e apresentassem todos os seus lados no plano frontal em relação ao espectador.

Na verdade, essa atitude de decompor os objetos não tinha nenhum compromisso de fidelidade com a aparência real das coisas.

O pintor cubista tenta representar os objetos em três dimensões, numa superfície plana, sob formas geométricas, com o predomínio de linhas retas.

Não representa, mas sugere a estrutura dos corpos ou objetos.

Representa-os como se movimentassem em torno deles, vendo-os sob todos os ângulos visuais, por cima e por baixo, percebendo todos os planos e volumes.

A obra “Os Construtores”  apresenta um enorme edifício através da técnica do corte da imagem, em cima e em baixo, de forma a parecer prolongar-se indefinidamente em ambas as direções.

Acentuadas linhas verticais e horizontais demarcam os contornos das formas estruturais contra o céu azul, realizadas em intensas cores primárias, havendo aqui alguma evidência e influência do Cubismo.

Os enormes trabalhadores que se assemelham a robôs, movimentando-se sobre as vigas, e as nuvens que passam, contrastam em forma e em cor com o esqueleto metálico do edifício em construção.

Tendo estudado e trabalhado num atelier de arquitetura, Fernand Léger, era fascinado com a tecnologia industrial e com as formas dinâmicas da maquinaria e da construção.

Artista multifacetado e imaginativo, trabalhou em muitas área: cerâmica, vitrais, cenários para o ballet e mesmo filmes, inclusive realizou o primeiro filme ‘abstrato’ utilizando objetos como ‘atores’.

São da sua autoria os enormes murais do edifício da sede das Nações Unidas, em Nova York, Estados Unidos.

Os Construtores, 1950, óleo sobre tela, 299,8 x 200 cm, Fernand Léger, Musée National Fernand Léger, Biot, França.

Chegou a sua vez! Você conheceu uma obra cubista que Fernand Léger fez a partir de uma imagem do dia a dia. Escolha uma imagem que faz parte do seu cotidiano e o desenhe usando as características do Cubismo, use somente   cores primárias para colorir.

Obra pronta! Fotografe a sua obra e compartilhe nas redes sociais usando #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *