Museu do Prado

História das Artes > Posts com a tag "Museu do Prado"
Bacanal de Andros, Ticiano Vecellio

Bacanal de Andros, Ticiano Vecellio

A obra foi encomendada a Ticiano por Alfonso d’Este, duque de Ferrara, para decorar o seu pequeno estúdio, o famoso “camarim de alabastro”, juntamente com outros episódios mitológicos: A Oferenda a Vênus, também conservada no Prado, Baco e Ariadne (Londres, National Gallery) e o A Festa dos Deuses, de Giovanni Bellini, de 1514 (Washington, National Gallery), retocado posteriormente por Ticiano, que harmonizou com as novas telas do ciclo. Continue Lendo

Autorretrato, Ticiano Vecellio

Autorretrato, Ticiano Vecellio

Durante a sua longa vida, Ticiano, que morreu aos oitenta e seis anos, alcançou e conservou um absoluto domínio da pintura graças à riqueza da sua paleta, à liberdade da textura e à invenção compositiva. Continue Lendo

A Alocução do Marquês de Vasto aos Seus Soldados, Ticiano Vecellio

A Alocução do Marquês de Vasto aos Seus Soldados, Ticiano Vecellio

Em 1538, o marquês de Vasto e de Pescara, Alfonso de Ávalos, foi nomeado governador de Milão por Carlos V; no ano seguinte, Veneza encomendou a Ticiano este quadro, que foi enviado a Milão em 1541 por intermédio de Pietro Aretino. Continue Lendo

Cristo no Calvário, Juan de Valdés Leal

Cristo no Calvário, Juan de Valdés Leal

Concidadão e quase contemporâneo de Murillo, Valdés Leal representa um aspecto distinto da pintura devota espanhola do século 17. O que em Murillo é agradável, amável, suave e familiar, nele é obscuro e dramático, carregado de paixão, violenta, representante de uma religiosidade mortificada. Continue Lendo

Moisés Salvo das Águas, Paolo Veronese

Moisés Salvo das Águas, Paolo Veronese

Nos dez últimos anos de atividade, Paolo Veronese alternou faustuosas decorações com meditadas composições sacras. Este pequeno quadro é idêntico ao conservado na National Gallery de Washington, de iguais dimensões, realizado entre 1581 e 1582, e, devido ao grande êxito obtido, foi inúmeras vezes repetido com a colaboração do seu ateliê. Continue Lendo

A Forja de Vulcano, Diego Velázquez

A Forja de Vulcano, Diego Velázquez

A cena representa a entrada de Apolo na forja de Vulcano, a quem o jovem deus revela a traição da sua mulher, Vênus, com Marte; a notícia também colhe de surpresa os ajudantes do ferreiro divino, ocupados na fabricação das armas para o deus da guerra. Continue Lendo

Paisagem com Moisés Salvo das Águas, Claude Lorrain

Paisagem com Moisés Salvo das Águas, Claude Lorrain

Considerado como um dos intérpretes de paisagem mais célebres do século 18, Lorrain mudou-se em 1613, ainda adolescente, da sua Lorena natal para Roma, onde excetuando breves estadas em Nápoles e no seu país de origem, permaneceu até a sua morte, em 1682, em estreito contato com o círculo de pintores nórdicos da zona de Santa Maria del Popolo. Continue Lendo

A Sagrada Família com um Passarinho, Bartolomé Esteban Murillo

A Sagrada Família com um Passarinho, Bartolomé Esteban Murillo

Na história da arte e da literatura espanholas, o século 17 é o Século de Ouro, o século brilhante de glória cultural que faz da nação ibérica ponto de referência para compreender o esplendor, os projetos e as inquietações de uma época. Continue Lendo

Madona com o Menino, Luis de Morales

Madona com o Menino, Luis de Morales

O quadro representa uma imagem característica do pintor, conhecido entre os seus contemporâneos pela expressividade psicológica das suas personagens sagradas, envoltas num clima de tão intensa devoção e piedade religiosa que foi conhecido como “el Divino”. Continue Lendo

O Pentecostes, El Greco

O Pentecostes, El Greco

No início do século 17, as composições adquirem maior verticalidade, quase que uma deformação irreal, tomadas por tensões místicas palpitantes e por luzes fosforescentes. Este quadro, que, segundo alguns estudiosos, terá sido pintado na última década de atividade de El Greco, falecido em Toledo em 1614, é característico das suas últimas produções e representa, por isso mesmo, um Continue Lendo