Museu d’Orsay

História das Artes > Posts com a tag "Museu d’Orsay"
Olympia, Édouard Manet

Olympia, Édouard Manet

Manet considerava este quadro o melhor da sua produção, embora tenha sido um dos seus trabalhos que recebeu as críticas mais duras e as maiores humilhações quando exposto pela primeira vez, no Salão de 1865. Um dos críticos da época escreveu “A arte afundou tanto que não merece nem censura”. Continue Lendo

A Garçonete com Cervejas, Édouard Manet

A Garçonete com Cervejas, Édouard Manet

No quadro A Garçonete, uma jovem mulher que serve cerveja, o valor naturalista, psicológico e tonal da pintura de Manet, chegado já à conclusão do seu desenvolvimento artístico, é mais do que nunca evidente. Continue Lendo

O Pífaro, Édouard Manet

O Pífaro, Édouard Manet

Essa obra é certamente uma das obras mais significativas do mestre da primeira geração dos impressionistas; e talvez um dos menos fáceis de se compreender plenamente na validade de suas descobertas cromáticas e luministas; Continue Lendo

Quarto do Artista em Arles, Van Gogh

Quarto do Artista em Arles, Van Gogh

Os quadros de Van Gogh estão entre as imagens mais conhecidas da atualidade. Suas reproduções são vendidas ao milhões e alguns de seus quadros já foram vendidos por dezenas de milhões de dólares. Continue Lendo

A Aula de Dança, Edgar Degas

A Aula de Dança, Edgar Degas

Degas era fascinado pelo balé, e mais da metade de seus trabalhos são dedicados a esse tema. Embora também pintasse bailarinas no palco, ele preferia as cenas mais informais com as dançarinas ensaiando ou relaxando. Continue Lendo

Museu do Louvre remove suas obras por risco de enchentes

Museu do Louvre remove suas obras por risco de enchentes

Ontem, o Museu do Louvre ordenou a remoção de suas obras de arte de salas ameaçadas devido ao risco de enchentes que podem ocorrer com o transbordamento do Rio Sena, ocasionadas pelas chuvas torrenciais que atingem a França e a Alemanha nos últimos dias. Continue Lendo

Museu de Orsay

Museu de Orsay

Em 1996, depois de permanecer desativada por 47 anos, a estação de trem e hotel projetados por Victor Laloux na virada do século reabriu como o Museu de Orsay. Encomendado pela ferrovia Orléans para ser seu terminal no centro de Paris, o prédio escapou de ser demolido na década de 70 graças às repercussões dos protestos pela destruição dos pavilhões de Baltard, no mercado de Les Halles. Durante as obras, manteve-se mito da arquitetura original. O novo museu foi organizado de forma a expor toda a arte do período entre 1848 e 1914, no contexto da sociedade e de todas as formas de atividade criativa que predominavam naquela época. Continue Lendo