Técnicas Artísticas

História das Artes > Posts com a tag "Técnicas Artísticas"
Técnicas artísticas: a gravura

Técnicas artísticas: a gravura

A gravura geralmente é produzida com objeto cortante ou substância química que cria motivo plástico em superfície de natureza variada – madeira, metal, pedra ou tecido, entre outras. Essa superfície é chamada de matriz e tem a imagem invertida da que será vista na gravura, que é a obra em papel gerada pelo processo de gravação. Continue Lendo

Técnicas artísticas: o metal

Técnicas artísticas: o metal

Como o próprio nome indica são conhecidas como artes do metal as manifestações artísticas, de caráter utilitário e/ou decorativo, que utilizam qualquer tipo de metal na fabricação. ainda que haja registro dessa técnica desde os períodos mais antigos da história da humanidade.

Continue Lendo

Técnicas artísticas: o paisagismo

Técnicas artísticas: o paisagismo

O desenho que rege a ordenação das plantas, assim como outros elementos (esculturas, ornamentos, espelhos d’água e fontes) que intervêm na configuração de um espaço de recreação, detém um interesse artístico em si mesmo, considerado uma planificação de espaço, mas também uma relação com a arquitetura. Continue Lendo

Técnicas artísticas: a arte têxtil

Técnicas artísticas: a arte têxtil

O trabalho com fibras, que podem tornar-se tecidos, compõe especialidade artística, sobretudo valorizada por algumas culturas e épocas históricas. Geralmente empregados na fabricação de indumentárias para grandes acontecimentos civis ou religiosos, constituem, com seus procedimentos de fabricação, materiais (sedas, fios de ouro ou prata, entre outros), decoração e desenhos dos trajes, um objeto de estudo do historiador de arte.

Continue Lendo

Técnicas artísticas: a iluminura

Técnicas artísticas: a iluminura

O termo iluminura aplica-se tanto à pintura dos manuscritos (também chamada de miniatura) quanto à pintura em pequenas dimensões sobre qualquer suporte, com destaque para os retratos que, mais frequentes e com grande desenvolvimento no Ocidente entre os séculos 16 e 17, são realizados com extraordinária precisão. Nos dois casos, o tamanho minúsculo das representações contrasta com a especial precisão dos detalhes. Continue Lendo