A Família de Dario diante de Alexandre, Paolo Veronese

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > A Família de Dario diante de Alexandre, Paolo Veronese
A Família de Dario diante de Alexandre, Paolo Veronese

A suntuosa e cenográfica representação de um episódio célebre da história antiga foi pintada por Veronese cerca de 1570 para a família Pisani, em cuja propriedade permaneceu até 1817, ano em que foi transportada para a National Gallery em Londres.

Veronese, ainda mais que Ticiano, encarna a alma opulenta e colorida de Veneza do século 16. Torna-se evidente, nesta vasta tela com figuras de tamanho natural, o seu gosto pela pomposa representação teatral: o célebre gosto de clemência de Alexandre Magno para com a família do rei persa Dario, recém-desaparecido na batalha de Isso.

O fundo é constituído por uma galeria com arcadas de pedra branca, animada por uma multidão iluminada pelo sol, contrastando com as personagens em primeiro plano (entre as quais certamente se contam alguns retratos da família Pisani), na sua maioria em contraluz.

O pintor dá aqui prova de uma incomparável maestria na forma de tornar admirável os tecidos de várias naturezas, de diversas consistências e tramas, armas e armaduras, animais e tudo o que é necessário a uma cena teatral.

À esquerda de Alexandre está Efestio, seu amigo querido. Conta-se que a mãe e Dario ter-se-ia prostrado em frente dele, tomando-o pelo valoroso capitão e ficando em seguida embaraçada com o erro que cometera. Alexandre, no entanto, mostrou-se benévolo e não deu importância ao acontecido.

A figura de vermelho, à direita, em frente de Sisigâmbis, a mãe de Dario, é Alexandre, que aponta Efestio aludindo ao erro da rainha. O gesto do macedônio poderia, no entanto, ser dirigido à própria mãe de Dario, e assim a cena representaria o momento no qual o capitão tranquiliza a rainha, que, embora prisioneira, será tratada, juntamente com os seus, com todas as honras.

Em forte contraluz relativamente à galeria do fundo, à esquerda, este macaco domesticado serve a Veronese como motivo tanto pitoresco como profundamente pictórico. Como sempre, ele usa as formas naturais com objetivos expressivos: aqui, como se vê, para acentuar o contraste e a profundidade entre primeiro plano e fundo.

A Família de Dario diante de Alexandre, 1565-1570, óleo sobre tela, 236,2 x 479,9 cm, Paolo Veronese, National Gallery, Londres.
pincel

Agora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Veronese, experimente fazer uma releitura dele ou criar uma composição que transmita um episódio histórico de modo teatral.

quadroFotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *