A Maja Vestida, Francisco de Goya

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > A Maja Vestida, Francisco de Goya
A Maja Vestida, Francisco de Goya

Continuam as discussões sobre a identidade da modelo, que por muito tempo se julgou ser a  Duquesa de Alba, outra hipótese é Pepita Tudó, amante e mais tarde esposa do poderoso ministro Godoy, como também sobre o significado do duplo retrato, vestido e nu, com a mesma protagonista e sobre a cronologia (a Vestida é, certamente, posterior, de 1800-1806).

O vestido assim como a jaqueta de toureiro, a faixa e os escarpins de seda, com bordados a ouro e ponta pronunciada, revelam a alta linhagem da modelo; tratar-se-ia, por conseguinte, de uma espécie de máscara: uma dama diverte-se fazendo-se passar por plebeia, mostrando-se numa atitude despreocupada e provocadora, livre de quaisquer convenções formais.

A moça decalca a imagem da tela da Desnuda tanto na diagonal como na posição dos braços, mas são notáveis as diferenças de tom e de riqueza cromática.

Neste caso escolheu-se um momento mais crepuscular com intensas luzes e sombras, e o corpo destaca-se no esplendor da roupa branca, que, atingida em cheio pela luz, se afunda entre as pernas; na aparente identidade, a pose é mais descontraída e apoia-se nas barrigas das pernas, que se sobressaem no divã.

O pincel de Goya mostra a densidade, a riqueza e a qualidade líquida do empaste da matéria, estendido com pinceladas livres que perseguem as aventuras da luz sobre cada superfície.

Este quadro pertence ao Museu do Prado, em Madri, e é exibido ao lado do quadro A Maja Desnuda.

A Maja Vestida, c.1800, óleo sobre tela, 95 x 190 cm, Francisco de Goya, Museu do Prado, Madri.

Agora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Goya, experimente fazer uma releitura dele ou criar um retrato feminino, usando o material colorido que mais gostar.

Fotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *