Cristo Morto Amparado por um Anjo, Antonello de Messina

História das Artes > Olho-vivo > Análise Estética > Obras Analisadas > Cristo Morto Amparado por um Anjo, Antonello de Messina
Cristo Morto Amparado por um Anjo, Antonello de Messina

Antonello de Messina foi um dos protagonistas da renovação artística europeia de meados do século 15. Na sua obra, sintetizou as múltiplas e ramificadas influências da sua formação napolitana e difundiu os valores da pintura flamenga no conjunto da arte italiana.Chegado a nós em condições quase perfeitas, o quadro está relacionado com a estada veneziana do pintor em 1475-1476, pelas evidentes reminiscências iconográficas e estilísticas de obras de Giovanni Bellini, como também, com os seus últimos anos de atividade em Messina, sua cidade natal.

De fato, na paisagem do fundo percebe-se uma cidade fortificada, com toda a probabilidade Messina, com a sua antiga torre da catedral.

Ressalta, com todo o seu dramatismo, a anatomia sólida e esquadriada de Cristo, acentuada pela sua posição avançada, em primeiríssimo plano, quase em contato com o espectador.

Os detalhes de realismo intenso, como as lágrimas do anjo e o vestígio de sangue derramado das costelas, são atenuadas pelo sentido monumental e plástico do nu, imerso numa atmosfera luminosa e transparente, de clara influência veneziana.

Segunda alguns estudiosos, a pintura teria sido terminada pelo filho de Antonello, Jacobello, seu estreito colaborador no florescente ateliê de Messina, com os esmerados acréscimos da última camada, a falta da profundidade na paisagem e as gotas de sangue.

Cristo Morto Amparado por um Anjo, 1475-76, técnica mista sobre madeira, 75 x 51 cm, Antonello de Messina, Museu do Prado, Madri.

Agora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Antonello da Messina, experimente fazer uma releitura dele ou criar uma cena dramática, usando o material colorido que você mais gostar.

quadroFotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

 

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *