Ateliê

História das Artes > Olho-vivo > Arquivo "Ateliê"
Calendário Lunar

Calendário Lunar

A interpretação da obra “A Lua” da artista Tarsila do Amaral, usando papel colorido, tesoura e cola, servirá como base para a atividade.

Tarsila do Amaral nasceu na Fazenda São Bernardo, no município de Capivari (SP). Continue Lendo

Construção de uma casa de taipa

Construção de uma casa de taipa

Quando os europeus chegaram aqui, na terra que hoje chamamos de Brasil, ficaram muito tempo realizando apenas expedições de reconhecimento e “tomando conta” da terra que tinham encontrando principalmente pela madeira aqui existente o pau-brasil. Continue Lendo

Vamos modelar um licocó?

Vamos modelar um licocó?

Na modelagem de cerâmicas, os índios se mostram muito habilidosos. Eles fazem do barro: cuias, chocalhos, vasos zoomórficos – aqueles que nas extremidades aparecem a cauda e a cabeça de um animal e etc Continue Lendo

Vamos fazer um trançado com papelão e fios de lã?

Vamos fazer um trançado com papelão e fios de lã?

É trançando que o índio constrói a sua casa e uma grande variedade de utensílios, como cestos para uso doméstico, para transporte de alimentos e objetos, trançados para ajudar no preparo de alimentos (peneiras), armadilhas para caça e pesca, abanos para aliviar o calor e avivar o fogo, objetos de adorno pessoal (cocares, tangas, pulseiras), redes para pescar e dormir, instrumentos Continue Lendo

Álbum de interpretações da arte corporal e plumária indígena

Álbum de interpretações da arte corporal e plumária indígena

Muitas tribos aqui viviam, estima-se que mais de 5 milhões de índios aqui habitavam quando os portugueses chegaram. A Arte sempre fez parte do dia a dia dos índios, quer na arquitetura das suas aldeias, na pintura corporal, nos seus adereços e utensílios. Continue Lendo

Reinterpretação das pinturas rupestres

Reinterpretação das pinturas rupestres

Muitos mas muitos anos atrás viviam, em algumas regiões desse lugar que hoje chamamos de Brasil, seres humanos que vieram de muitos lugares longe daqui, eles eram nômades, isto quer dizer, não ficavam muito tempo no mesmo lugar e foram se instalando nesses lugares temporariamente e depois seguiam para outros. Pré História Brasileira. Continue Lendo