Museu do Louvre

História das Artes > Posts com a tag "Museu do Louvre"
Os Quadrões de Mauricio de Souza

Os Quadrões de Mauricio de Souza

Uma visita de Mauricio de Souza ao Museu de Arte de São Paulo – MASP, no final da década de 80 quando ao ver uma de suas obras favoritas” Rosa e Azul”, do pintor impressionista francês Auguste Renoir, Maurício se perguntou como seria colocar a turma da Mônica nas obras de grandes artistas para ensinar e divulgar arte para crianças de uma maneira diferente. Continue Lendo

Sant’Ana, a Virgem e o Menino, Leonardo da Vinci

Sant’Ana, a Virgem e o Menino, Leonardo da Vinci

Tida como a obra predileta do autor, o quadro, embora inacabado, mostra a incomparável habilidade de Leonardo da Vinci na técnica do sfumato – a transição tão sutil de tons que, nas próprias palavras do artista, eles emergem “sem linhas ou limites, à maneira da fumaça”. Continue Lendo

Os Massacres de Quios, Eugène Delacroix

Os Massacres de Quios, Eugène Delacroix

Em abril e maio de 1822, durante a guerra de independência da Grécia, 20.000 gregos foram massacrados pelos turcos na pequena ilha de Quios. No ano seguinte, Delacroix decidiu pintar um quadro retratando as atrocidades dos combates.  Continue Lendo

A Barca de Dante, Eugène Delacroix

A Barca de Dante, Eugène Delacroix

A ousadia das telas de Delacroix era constante desafio para os críticos da época A Barca de Dante, sua primeira grande obra, suscitou enorme entusiasmo no Salão de 1822, quando o Barão Gros aclamou-a como “a vitória sobre Rubens“. Dois anos mais tarde o próprio Gros se referiria ao quadro Os Massacres de Quios como “o massacre da pintura”. Continue Lendo

A Jangada da Medusa, Théodore Géricault

A Jangada da Medusa, Théodore Géricault

Este quadro de Géricault foi pioneiro ao trazer a arte para a polêmica área do protesto político. Ele representa, em escala heroica, o momento em que os sobreviventes de um navio naufragado vêem as velas da nave que irá salvá-los. Esses tripulantes haviam sido abandonados por seu capitão, e sua história escandalizou a nação francesa. Continue Lendo

Mona Lisa, Leonardo da Vinci

Mona Lisa, Leonardo da Vinci

A Mona Lisa de Leonardo da Vinci é provavelmente a pintura mais famosa do mundo. Está no Museu do Louvre, em Paris, protegida por um grosso vidro à prova de balas. Continue Lendo

O Juramento dos Horários, Jacques-Louis David

O Juramento dos Horários, Jacques-Louis David

Este quadro de David celebra a arte, a vida e a moralidade da Roma antiga. A República romana estava em guerra e a disputa devia ser resolvida por um combate mortal entre três irmãos romanos, os Horácios, e três irmãos inimigos, os Curiácios. Continue Lendo

Paul Cézanne e os Velhos Mestres

Paul Cézanne e os Velhos Mestres

O encontro e a correspondência que o artista trocou com o critico Émile Bernard, serviu de base para vários artigos de Bernard, nos quais essas ideias foram descritas.

Em “Une conversation avec Cézanne”, publicado no Mercure de France, em 1º de junho de1921, págs.372-397. Continue Lendo