Museu Jacquemart-André

História das Artes > Museus > Museu Jacquemart-André
Museu Jacquemart-André

O Museu Jacquemart-André é um museu privado que pertence ao Instituto de França (Institut de France).

O museu foi inaugurado em 1913, logo após a morte de Nélie Jacquemart, viúva de Édouard André, e apresenta a coleção de obras de arte reunidas pelo casal, entre 1864 e 1912.

Este palacete luxuoso foi concebido pelo arquiteto e decorador Henri Parent entre 1869 e 1875, por encomenda de Édouard André, herdeiro de uma das duas maiores fortunas da França durante o reinado de Napoleão III.

Para essa construção, comprou um terreno de 5 700 metros quadrados pela soma considerável de 1 520 000 francos.

Édouard pediu ao arquiteto, que construísse a mansão particular à volta da Grande Sala em formato redondo, cujos painéis ele já possuía.

Grande Salão

Provinham da mansão particular de Samuel-Jacques Bernard (conde de Coubert), demolido devido à regra de alinhamento das fachadas nas novas avenidas e “boulevards”, decretada pelo barão Haussmann.

A dimensão das salas na ala esquerda foi condicionada pela necessidade de enquadrar as tapeçarias “russianas”, que também já tinha adquirido.

Sala das Tapeçarias

Édouard André era um descendente de uma família protestante de banqueiros originária de Nimes, França .

Em 1872, Édouard André comprou a Gazette des Beaux-Arts, Belas Artes, tomou a direção da Union Centrale des Arts Décoratifs, União Central Das Artes Decorativas.

Consciente da falta de um museu de artes decorativas, usou a sua renda quase ilimitada para colecionar quadros, esculturas, tapeçarias e outras obras de arte, todas do século XVIII, que apresentou no palacete mandado construir para esse efeito, quando ainda era solteiro.

O museu apresenta obras de arte de entre outros Élisabeth-Louise Vigée Le Brun, Canaletto, Jean-Marc Nattier, Alfred Boucher, Rembrandt, Franz Xaver Winterhaller,  Anthony van Dyck, Frans Hals, Giovanni Battista Tiepolo, Jacques-Louis David, Thomas Lawrence, Joshua Reynolds, Thomas Gainsborough, Paolo Uccello, Gian Lorenzo Bernini, Sandro Botticelli, Andrea Mantegna, Jean-Honoré Fragonard e Jean-Baptiste-Siméon Chardin.

Detalhes das instalações do Museu:

 

Museu Jacquemart-André. Boulevard Haussmann,158, Paris, França. Aberto todos os dias, das 10h às 18h.

Fique atento! Horários podem ser alterados. Consulte o site oficial da instituição.

COMO CITAR?

Para citar o História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Museu Jacquemart-André. História das Artes, 2020. Disponível em: <https://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/museu-jacquemart-andre/>. Acesso em 21 Sep 2020.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: